Como Montar um Aquário Marinho – O Guia Mais Completo da Internet!

Decoração, hobby, arte… quem é adepto do aquarismo tem um misto de sensações ao cuidar de peixes e outros animais aquáticos. E quando falamos em aquário marinho, estamos nos referindo a um cuidado muito mais específico tanto com os bichos quanto com o restante da composição do espaço.

Os aquários de água salgada são ótimas opções para decorar ambientes, proporcionando beleza e um toque revigorante para qualquer casa ou estabelecimento comercial. Quem é apaixonado por mar, peixes, algas e corais, não pode deixar de lado a ideia de ter um aquário desses. Este é o seu caso? Um pedacinho do fundo do oceano pode estar bem próximo de você, o que acha?

Elaboramos esse post para você conhecer as características essenciais dos aquários marinhos. Há dicas de como montar um exemplar perfeito, o tamanho ideal, os cuidados e até os valores e locais para você comprar um. Além disso, selecionamos imagens e dicas de decoração ideais para ajudar em seu projeto. Acompanhe!

aquário marinho modelos para investir

Conheça nosso post repleto de dicas e imagens de aquários marinho!

Sobre o Aquário Marinho

Muita gente tem escolhido o aquário marinho para compor a decoração de salas, escritórios e até mesmo para dividir ambientes, como no caso de cozinhas americanas. A boa notícia é que eles oferecem uma beleza muito peculiar, pois contam com espécies de peixes pouco vistas em aquários, geralmente, além dos corais, que impressionam por seus inúmeros formatos e cores.

Quem já tem um aquário de água doce, pode optar por transformá-lo em marinho sem gastar muito dinheiro. Mas fazendo isso, é preciso ter em mente que os cuidados serão redobrados. Esse tipo de aquário demanda uma atenção maior quanto à temperatura, à troca da água, à iluminação, entre outros.

Nós vamos explorar um pouco de todas essas informações para você se tornar um expert no assunto! Não deixe de conferir e montar um aquário marinho incrível 🙂

aquário marinho divertido

Tamanho do Aquário

O primeiro ponto a se pensar na hora de montar um aquário marinho é o tamanho que ele deve ter. Especialistas em aquarismo indicam um aquário de, no mínimo, 40 litros de capacidade. No entanto, o preferível mesmo é um que comporte, pelo menos, 70 litros.

Nas lojas especializadas você encontra modelos de variados tamanhos já prontos. Você deve se atentar àquele que se encaixa perfeitamente no espaço que há disponível – inclusive se ele será embutido na parede.

Além disso, é primordial pensar nas espécies que você deseja para seu aquário, pois há aquelas que necessitam de um espaço maior. Uma boa dica é apostar em um aquário que tenha a largura do mesmo tamanho ou maior que a altura dele, porque assim, ele vai proporcionar uma ótima troca de gases com a atmosfera, melhorando a qualidade da água dos peixes.

tamanho ideal para aquário marinho

Além dos modelos prontos encontrados nas lojas, você pode encomendar um aquário sob medida

Água

Com o aquário do tamanho desejado, é preciso pensar na água ideal, afinal, ela deverá ser salgada, tal qual a do mar. Os profissionais do ramo indicam a água de Osmose Reversa, que é perfeita para esses casos. Outro tipo que também é resistente é a água deionizada.

Há três formas de conseguir a água salgada:

  1. Água coletada diretamente do mar – deve ser longe da costa, para não pegar água com poluentes.
  2. Água salgada já preparada – vendida em lojas especializadas.
  3. Água salgada preparada manualmente.

Para a terceira opção, no caso de você preparar a água salgada para o aquário, deve usar um sal de boa qualidade e um filtro de osmose reversa ou deionizador.

aquário marinho como decorar

Para cada 1 kg de sal, você vai usar 30 litros de água. Os especialistas dizem que o percentual ideal de sal na água é de 3,3 a 3,5%, dependendo da vida que nele contiver, portanto, fique de olho nisso. É bacana contar com um refratômetro, o melhor equipamento para determinar a quantidade de sal na água.

VEJA  Boné para Cachorro – 20 Ideias Totalmente Adoráveis para Cães!

Semanalmente, será preciso colocar o que chamamos de água de evaporação – esta, inclusive, deverá ser sempre doce, mas nunca a da torneira e sim, filtrada. Nesse período também deverá ser feita a troca da água de osmose reversa ou deionizada.

Iluminação

Quando você tem um aquário simples de água doce, não tem que se preocupar tanto com a iluminação. Mas quando se trata de um aquário marinho, este é um quesito fundamental para manter a vida dos peixes e corais. Os corais, inclusive, são as espécies que mais precisam de uma iluminação adequada.

As lâmpadas T5 são as melhores para esse caso, porém, elas costumam ter um preço mais salgadinho. As similares, com menos qualidade, podem custar até 3 vezes menos… mas vale frisar que o sistema de iluminação é precisa ser eficiente e ter boa procedência, ou seja, vale a pena investir nele para garantir maior tempo de vida para todos do aquário.

As luminárias LED também são ótimas escolhas e são muito fáceis de achar. Estes sistemas possuem grande potencial de iluminação, gerando pouco calor, o que é ideal para os aquários. Alguns mais modernos, chegam a modificar seu sistema de calor e luz conforme a sua escolha, simulando o dia, noite, dias de chuva, etc.

aquário marinho iluminação

As lâmpadas de LED são as mais usadas em aquários hoje em dia. No AliExpress há um modelo que pode ser controlado por Wi-Fi

Filtros

Outro tópico indispensável é sobre a filtragem. Os profissionais da área indicam a utilização de um SUMP, que nada mais é do que uma caixa de vidro onde você colocará os equipamentos necessários para essa ação, como skimmer, bomba de recalque, aquecedor com termostato, entre outros.

Para aquários marinhos, você não pode esquecer de forma alguma o skimmer. Ele é responsável por retirar boa parte da matéria orgânica da água antes que se inicie o ciclo do nitrogênio – no qual haverá a transformação da matéria em amônia, nitrito e nitrato.

Os três tipos de filtragem mais utilizados são:

  • Mecânica: retira partículas e matéria orgânica.
  • Química: retira cobre, odores, poluentes, gases, CO2, fenol, fosfatos e silicatos.
  • Biológica: processa a amônia em nitrito e depois em nitrato, através de certas bactérias.

Neste vídeo aqui, há uma explicação bem bacana de como você pode montar o seu SUMP próprio para filtragem.

aquário marinho SUMP

Modelo de SUMP para a filtragem de aquários

Refrigeração / Aquecimento

A temperatura do aquário é um dos pontos que mais geram dúvidas em quem está iniciando no aquarismo. Segundo especialistas, quanto mais estável a temperatura estiver, melhor para a saúde dos peixes e corais, ou seja, a variação não é recomendada.

Para criar seu sistema de refrigeração, você vai precisar de um controlador simples de temperatura – há modelos bons a partir de R$100; um ventilador comum ou cooler (que pode ser o de computador); um resfriador (chiller); e um aquecedor com termostato.

Substratos e Rochas / Pedras

A utilização de substratos próprios para aquário marinho é muito importante, desde que sejam lavados e esterilizados. Para quem não sabe, substrato é aquela areia que fica no fundo do aquário.

Existem inúmeros tipos de substratos para comprar e compor o aquário, mas três deles são os mais requisitados:

Granometria 00 – substrato muito fino, o que pode dar bastante trabalho para lavagem e demora para deixar a água cristalina. Por conta desse fator, é mais indicado para aquários de menor porte, nos quais não será possível colocar peixes grandes. Qualquer movimento que o peixe maior fizer, subirá uma enorme poeira, e isso pode ser prejudicial para o sistema geral do aquário.

Granometria 03 – é uma das mais indicadas para aquários marinhos, pois não é muito pesada, mas oferece resistência. É indicado tanto para aquários nanos quanto para médios e grandes. Os peixes podem se movimentar em grande velocidade, que os grânulos não subirão para a coluna d’água e não deixará o conteúdo turvo.

VEJA  Capacete para Cachorro – 30 Modelos para Transportá-lo na Moto!

Granometria 04 – essa é uma excelente opção para quem visa economizar com substratos em seu aquário, pois você irá utilizar menor quantidade do que a 03 e a 00. Contudo, para usar esse tipo de substrato, é preciso que o aquário ofereça uma boa circulação, proporcional ao tamanho dele.

substrato aquário marinho

Exemplo de substrato 3 mm

Já em relação às rochas, é importante frisar a importância de seu uso, que vai muito além de decorar, elas fazem parte da biologia do aquário. Assim como os substratos, elas servem para fixação de micro-organismos benéficos para a vida marinha.

Além disso, elas ajudam no desenvolvimento de bactérias anaeróbicas, que não podem receber cargas de oxigênio. Estas bactérias são são responsáveis por se alimentar da sujeira dos aquários, renovando a água constantemente. Outro benefício é que elas mantêm o pH da água alto.

aquário marinho rochas

rochas para aquário marinho

Os substratos e as rochas são super úteis para a vida no aquário marinho. Além de sua funcionalidade, são muito usadas para embelezar e melhorar o layout do aquário como um todo. Use toda sua criatividade para colocar rochas de variados tipos.

Quanto Custa um Completo? Preços e Onde Comprar

Os preços dos aquários marinhos completos variam bastante de loja para loja, do tamanho, se você for comprar um usado ou novo, dos equipamentos que vêm junto, etc. É bacana pesquisar bastante antes de fechar negócio, e felizmente, a internet proporciona essa facilidade para quem está começando no aquarismo.

Existem inúmeras lojas, tanto especializadas em pets quanto as de vendas coletivas que oferecem modelos de aquários incríveis para todos os gostos. O tamanho e a marca são os itens que mais influenciam na variação de preço. Você encontra alguns modelos nano por R$400, por exemplo, e outros mais exuberantes, para embutir na parede, por R$4 mil – depende bastante.

aquário marinho decorado

Bom, para você ter uma ideia mais precisa, selecionamos algumas lojas online que vendem aquários marinhos. Veja só:

Enjoei –  R$1000

Enjoei – R$4.999

Mercado Livre – R$1.499

Mercado Livre – R$1.500

Mercado Livre – R$516

Mercado Livre – R$2.368

Submarino – R$2.290

Lojas Americanas – R$2.704

Quais Peixes de Água Salgada Posso Colocar?

São muitas e muitas espécies de peixes viáveis para viver em um aquário com água salgada. No entanto, há algumas que são muito mais resistentes, podendo ser apostadas por aquaristas iniciantes também. Dê uma olhadinha na lista abaixo:

  • Donzelas: são bastante resistentes às condições da água e dos nitritos. Por isso mesmo que elas são utilizadas recém-montados, pois ajudam na maturação do mesmo. Porém, são peixes considerados bem territoriais. Caso queira colocar em um aquário comunitário, é melhor preferir os peixes mais calmos, como os peixes palhaços, e coloque rochas e corais para que eles possam se esconder.
aquário marinho peixe donzela

Peixe Donzela

  • Peixe palhaço: possui mais de 30 espécies e está presente em quase todos os aquários marinhos que vemos por aí. Eles se adaptam com muita facilidade, pelo fato também de serem reproduzidos em cativeiro, podendo ser utilizados em aquários de todos os tamanhos.
aquário marinho peixe palhaço

Peixe Palhaço

  • Blenios: é um peixe resistente a doenças, de fácil manutenção e adaptação a qualquer aquário marinho. Eles também tendem a ser territorialistas com a mesma espécie e por isso também indicamos colocar somente um desses no mesmo ambiente.
aquário marinho blenios

Peixe Blenios

  • Goby: existe uma gama incrível de espécies da família Goby, e por isso é muito fácil de ser encontrado. É muito fácil de cuidar e possuem bastante resistência. Por essas e outras que é super indicado para quem está começando no aquarismo.
aquário marinho goby

Peixe Goby

  • Moorish Idol: peixe muito gracioso e sonho de consumo de todos os aquaristas, porém, possui uma dieta muito rigorosa e por isso pode dar bastante trabalho para se manter bem na vida dentro do aquário. Ele é mais indicado para quem já possui bastante experiência. Não pode ser colocado em aquários com corais.
aquário marinho moorish idol

Peixe Moorish Idol

  • Pseudochromis: também são excelentes para aquários recém-montados, pois são muito resistentes. Contudo, eles são agressivos com peixes da mesma espécie, e por isso, não é recomendado colocar mais de um no mesmo aquário.
aquário marinho pseudochromis

Peixe Pseudochromis

Não podemos nos esquecer de falar os corais. Completar o seu aquário com toda a beleza desses seres deixa o resultado ainda mais impressionante. Há diversas espécies para escolher!

aquário marinho corais

Os corais são lindíssimos e deixam seu aquário perfeito!

Sobre a Manutenção

Bom, agora que você já conheceu as principais características de um aquário marinho, precisa entender como é feita sua manutenção básica.

  1. O primeiro passo é fazer uma observação diária do aquário. Perceba o comportamento dos peixes, a saúde deles, notando se estão se alimentando corretamente. Quando um peixe diminui seu apetite, é porque está demonstrando algum sinal de doença ou fraqueza. Olhe também no restante da composição do aquário, como as anêmonas e os corais.
  2. Desligue todos os equipamentos, incluindo o chiller e as bombas para observar qual é a reação do aquário. Veja se o sistema de filtração, o SUMP, que falamos anteriormente, não irá transbordar.
  3. Faça testes específicos para analisar a qualidade da água e da vida marinha em seu aquário. Há kits prontos que podem ajudar nesse processo e são eficientes.
  4. Faça a limpeza de todos os equipamentos apenas com água corrente e o lado macio da esponja.
  5. Os componentes biológicos do aquário, como rochas, substratos, cerâmicas, fibras e esponjas, devem ser lavadas com a água salgada, que é utilizada no aquário. Por conter bactérias benéficas, elas não podem entrar em contato com a água da torneira.
  6. Reponha a água salgada manualmente ou com a ajuda de uma bomba. Não se esqueça de pesar o sal marinho na balança, caso prepare a água em sua própria casa. O sal deve estar totalmente dissolvido na água para não matar peixes e outros seres.
  7. Religue o aquário e veja se ele está funcionando normalmente.
VEJA  Sapato para Cachorro: Faz mal? Pode usar? Veja fotos e saiba tudo!

Fotos e Ideias de Decoração

O aquário marinho, sem dúvidas, é uma excelente opção para decorar ambientes. Com toda a beleza dos peixes, corais, anêmonas e rochas, ele complementa a decoração com maestria. É só seguir todas as dicas que demos acima, cuidar direitinho de todos os quesitos, que você terá um aquário incrível para mostrar para amigos e familiares, além de ter um hobby interessante para se distrair. Veja nossas dicas para decorar!

Use seu aquário para separar ambientes:

aquário marinho embutido

Faça uma parede inteira de aquário marinho:

aquário marinho embutido na parede

Capriche nos corais para embelezar o seu aquário:

aquário marinho corais

Você pode investir em um aquário de tamanho médio:

aquário marinho decoração

O aquário fica irreverente em um balcão de tijolos à vista:

aquário marinho peixes

Há móveis de madeira exclusivos para aquários:

aquário marinho médio

E também há opções de móveis sob medida em outros materiais:

aquário marinho luz azul

Os corais, peixes e rochas são fundamentais para deixar a decoração ainda mais bonita:

aquário marinho tipos de corais

aquário marinho corais e esponjas

Seu aquário também pode ficar na cozinha:

tipo de aquário marinho

aquário marinho grande

Os aquários embutidos estão super na moda, mas demandam um projeto feito por um profissional:

aquário marinho para embutir

Há diferentes tamanhos e formatos de aquários para você investir:

aquário marinho comprido

aquário marinho para decorar

Que tal dormir e acordar ao lado de um aquário marinho impressionante?

aquário marinho no quarto

Como Montar um Aquário Marinho: Passo a Passo

Tire da cabeça a ideia de que os aquários marinhos são só para pessoas ricas ou para quem possui muita experiência. Iniciantes no aquarismo também podem se aventurar nessa arte, e abaixo vamos elencar 7 passos para você montar o seu próprio exemplar aí em sua casa. Dê uma olhada:

  • Primeiramente, você deve planejar como será o seu aquário. Compre todos os equipamentos e elementos decorativos.
  • Teste todos os equipamentos, de filtragem, de refrigeração, etc.
  • Coloque os substratos – não se esqueça que eles precisam ser lavados com água marinha antes – e as rochas, seguindo a decoração que você deseja e levando em conta que nelas estarão os corais. É entre elas que os peixes marcarão seu território, portanto é algo importante a ser pensado.
  • Coloque os elementos filtrantes no SUMP, que é a caixa de vidro de filtragem. Importante colocar no compartimento correto a água doce, própria para ser evaporada, e a água deionizada, que garantirá a vida dos animais.
  • Ligue todos os equipamentos eletrônicos. A central elétrica é onde ficarão todas as tomadas do aquário, ela deve funcionar como um gerador, pois no caso de acabar a luz na casa, o aquário permanecerá funcionando. Ligue também o termostato, a bomba, entre outros.

Veja o vídeo abaixo para entender detalhadamente como montar seu aquário de forma eficiente:


Esperamos que tenha gostado de conhecer nosso guia completo sobre aquário marinho! Utilize todas as dicas e imagens para montar um ambiente lindo para peixes e corais. Qualquer dúvida que tiver, deixe um recado para a gente, e continue acompanhando nossos posts. Até uma próxima 🙂

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *