Bonsai: dicas de como cuidar e espécies para plantar!


Com certeza você já viu um tipo de cultivo muito característico da cultura oriental, o bonsai.

O nome refere-se a técnica e não a um tipo de planta, e no processo de transformar a mini árvore ou árvore de vaso, como também é chamada, a poda é uma das características principais. A poda do bonsai deve ser feita não só na copa e nos galhos, mas também na raiz, garantido a formação da mini árvore.

E não é só a poda que é garante a formação de um lindo bonsai, há muitas outras dicas para garantir a formação plena da espécie escolhida.

E se você está em busca de dicas de como cuidar, espécies para plantar, preços e estilos, o post traz um guia completo para quem pretende cultivar bonsai.

 tipos

 

Quanto custa? #Preço

O preço do bonsai pode variar bastante, e isso depende de uma série de fatores, como:

  • Tempo de vida da mini árvore (quanto mais velha, mais formada e consequentemente mais cara);
  • Espécie escolhida;
  • E tipo de vaso em quem a planta está sendo cultivada.

 

E se você não pretende gastar muito com a árvore de bandeja, a dica é investir em uma muda mais simples, que custa a partir de R$ 50. E dedicar muita atenção para a formação plena do bonsai.

Se você está disposto(a) a ter uma espécie já formada, é preciso considerar um gasto bem maior. E o investimento pode passar dos R$ 1000, isso para espécies mais simples, já as versões frutíferas e com mais de 30 anos passam de R$ 2500.

 

Como cuidar de um bonsai

            Comprou um bonsai? E agora como cuidar? Se você já está com a plantinha em casa, e com muitas dúvidas de como cuidar, vamos a um passo a passo completo de como cuidar da mini árvore.

 

Rega

Como qualquer outra espécie de planta, não há uma regra básica que determina quantas vezes por semana a planta deve ser molhada. Isso porque a variação pode estar relacionada com a espécie, clima local, tipo de terra usada no plantio e outros fatores.

regas

E apesar de não ter uma regrinha básicas, há dicas importantes que ajudam a ver a necessidade de rega.

  • Teste com o dedo: o texto do dedo é ideal para qualquer planta. E para ver como o solo está é só colocar o dedo na terra e tentar afundar um pouquinho, cerca de 1 cm. Se a terra estiver mais seca, é hora de regar. Caso esteja molhado demais, ainda não é hora de colocar mais água.
  • Quando molhar: não há regra, mas para a formação da mini árvore é ideal que o solo não fique muito seco e nem muito encharcado. O solo deve ter um equilíbrio entre o molhado demais e o seco, e assim a terra deve ficar levemente úmida.

 

Poda

Um dos principais cuidados com a formação do bonsai são as podas, que são divididas em dois tipos – poda de manutenção e poda de estilização. Cada tipo de poda é responsável por uma característica da formação da mini árvore, e por isso vamos entender um pouco de cada uma:

 

  1. Poda de manutenção: esse tipo de poda consiste em refinar os galhos que crescem mais para a copa de modo a incentivar que os galhos fiquem mais baixos para a formação da árvore de bandeja. Essa poda é bem simples, e a ideia é apenas retirar os galhos que estão em crescimento mais rápido e acima da forma do bonsai. O período ideal para a poda de manutenção é durante a fase de crescimento da planta, que geralmente fica nos meses mais quentes.
  2. Poda de estilização: essa poda exige um pouco mais de conhecimento sobre bonsai, afinal é uma poda que vai definir o estilo que a pequena árvore vai tomar, podando assim, galhos inteiros para dar um estilo a planta.
como fazer poda

Escolha uma tesoura apropriada para podas

Outra poda muito conhecida e característica dos bonsais é poda das raízes, que pode ser feita juntamente com o processo de transplante de vaso, de modo a seguir o mesmo período determinado de acordo com o crescimento e características da espécie.

Para a poda da raiz, a planta deve ser retirada do vaso e parte da terra removida, facilitando a poda das raízes que estão se estendendo pelas laterais, e assim deixar o processo de desenvolvimento um pouquinho mais lento, e auxiliando na formação da mini árvore. Depois é só fazer o replantio e já aproveitar o processo para o transplante de vaso.

Na poda da raiz, o ideal é que o processo seja feito durante um período que a espécie não esteja nem com flores e nem com frutos.

 

Como podar bonsai passo a passo

 

 

Transplante de vaso 

Apesar da proposta do bonsai ser a formação de uma mini árvore, muitas vezes é preciso fazer o transplante para um vaso maior, de modo a renovar a terra e ajudar no desenvolvimento da espécie.

As espécies que têm desenvolvimento rápido e estão em fase de desenvolvimento devem ser replantadas, em média, a cada 2 anos. Já as plantas que já estão mais formadas e com desenvolvimento mais lento devem ser replantadas num período entre 5 e 10 anos.

Antes de replantar, o ideal é verificar a raiz, e se elas já estiverem dando voltas nelas mesmas é hora de replantar.

replante

A raiz já aponta a necessidade do replante

 

O período mais adequado para replante é no início da primavera, quando as plantas ainda estão em período de dormência.

 

Adubação

Qualquer adubação pede um equilíbrio de NPK – Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K) – elementos básicos para deixar o solo mais fértil e propício para o crescimento da espécie.

Cada elemento é responsável por um incentivo no desenvolvimento da planta. O Nitrogênio ajuda no crescimento de folhas e caule; já o Fósforo é responsável pelo desenvolvimento da raiz; e o Potássio estimula frutos e flores.

Diante disso, cada tipo de espécie demanda de uma combinação diferente de NPK, e por isso a numeração do adubo pode ser diferenciada de acordo com a espécie de bonsai.

Para facilitar, vamos a uma regra básica para a adubação:

  • Período de formação e crescimento: quando a árvore ainda está sendo formada é preciso estimular o crescimento, e nessa fase o nitrogênio é ideal. Para o adubo, opte por um com maior concentração de N, como uma composição de NPK 12-6-6. Esse adubo deve ser usado durante a primavera.
  • Adubação no verão: durante o verão, a dica é usar uma proporção equilibrada de NPK, como por exemplo 10-10-10 ou 5-5-5.
  • Adubação no outono: para preparar a mini árvore para o inverno é preciso adubar com foco na maior concentração de P e K, por isso, opte pela proporção 3-10-10.

 

O período de inverno não requer adubação, então, nessa época mantenha apenas os cuidados básicos com a árvore de vaso.

 

Dica: as árvores com replante recente não devem ser adubados por um período de 1 mês.

Local de cultivo

O local de cultivo pode ser interno ou externo, e isso depende da espécie escolhida para a formação do bonsai.

No geral, as espécies externas devem receber meio período de sol direto e ficarem protegidas do vento.

Já as versões internas, mesmo que espécies de sombra, devem receber luz solar. Neste caso, o sol direto pode não ser a melhor opção, mas a iluminação natural sem exposição direta é essencial para o desenvolvimento de qualquer espécie.

como cuidar

Estilos e Formatos

Além das características de cada espécie, a formação dos bonsais ainda pode sofrer um pouquinho da influência humana com podas que determinem um formato para a mini árvore.

E se você quer conhecer um pouco de cada estilo, vamos lá:

 

Vassoura

formato vassoura

A espécie Hokidachi é uma das apostas para o formato vassoura

Esse estilo é indicado para espécies de folhas caducas (folhas que caem no inverno) e de ramos finos.

O formato é caracterizado por tronco reto que não vai até o topo, mas que tem galhos finos que se estendem formando a copa da árvore de bandeja. O formato da copa fica numa versão mais arrendonda.

 

Formal vertical

formato formal vertical

A espécie Chokkan é exemplo desse estilo

O formato formal vertical é característico de espécies com muita incidência de luz e bastante altas. Entre as características do formato, o tronco tem a base grossa e que se e se estende até o topo com galhos que se estendem pelas laterais e o topo formado por um único ramo.

 

Informal vertical

formato informal vertical

Bem parecido com o estilo formal vertical, onde o tronco tem base grossa e topo fino, e com galhos laterais, a diferença do formato informal vertical está na forma do tronco, que segue o estilo de S, ou seja, com curvas.

 

Inclinado

estilo inclinado

A planta Shakkan marca o estilo inclinado

A inclinação do bonsai é um formato bem peculiar, e depende de fatores naturais para seguir esse estilo.

Entre os fatores que dão essa forma ao bonsai, está a ação do vento ou a inclinação da árvore em busca de sol.

 

Cascata

estilo cascata

A planta tem caída para baixo

No cultivo é bem difícil de conseguir esse efeito do bonsai que tem crescimento para baixo, mas isso não é incomum de árvores na natureza, como espécies que crescem em penhascos.

Para transformar o penhasco nesse formato, é ideal escolher por uma espécie que contribua para a formação para baixo, como é o caso da Kengai, que tem sua raiz e crescimento orientado para baixo, formando o estilo cascata.

 

Semi cascata

estilo semi-cascata

O estilo semi cascata é uma orientação menos para baixo, mas com alguns galhos ainda voltados para baixo, por isso ser considerado apenas semi.

O ideal para esse tipo de desenvolvimento é um vaso de altura e uma espécie, como a Han-Kengai, que seja mais apropriada para a formação.

 

Sobrevivência

estilo sobrevivência

Pequenas folhas aparecem apenas no topo da árvore

Como o próprio nome já diz, essa formação é comum da natureza, onde árvores disputam espaço e a espécie cresce bastante para se sobrepor e ter a luz direta do sol.

Na formação o tronco acaba ficando retorcido, e os galhos são escassos ao longo do caule, tendo poucas ramificações apenas nas pontas.

 

Varrido

estilo varrida

A planta varrida fica direcionada para um lado só

O estilo é caracterizado por plantas que também passam por adaptações para sobreviver na natureza, e assim os galhos e o tronco ficam direcionados para um único lado, como se estivesse um vento constante orientando a formação da planta.

 

Tronco duplo

formato tronco duplo

Como o nome do estilo já diz, essa formação conta com uma espécie com dois troncos, e ambos formam uma mesma copa.

A técnica não é tão simples de desenvolver em bonsai, e torna-se mais comum de algumas espécies, como Sokan.

 

Multi tronco

multi troncos

A planta tem troncos mais finos e em maior quantidade

Se você já adorou a possibilidade de ter uma espécie de tronco duplo, há também a possibilidade de ter um modelo com 3 ou mais troncos.

Nesse tipo de formação, a planta tem troncos mais finos que crescem a partir de uma única raiz, mas separados entre si e formando uma copa bem variada.

 

Floresta

estilo floresta

O vaso raso tem várias mudas

Parecida com a formação multi tronco, o bonsai floresta tem vários troncos na base, mas neste caso não é formado por uma única planta, e sim por várias mini árvores plantadas em só vaso e em alturas diferentes, formando um bonsai estilo floresta.

 

Rochoso

estilo rochoso

O estilo é uma característica natural de espécies que têm parte da raiz com crescimento externo.

A raiz aparente dá um visual único para a mini árvore e a caracteriza como uma ótima opção para a decoração.

 

Jangada

estilo jangada

O formato estilo jangada é caracterizado por espécies com vários ramos e galhos, que formam uma copa bem fechada e que se estendem não só no sentido vertical, mas também no horizontal.

 

Shari

estilo shari

As folhas vermelhas marcam a espécie

O estilo é conhecido pelo tronco aparente e sem folhas, sendo que alguns pequenos galhos se estendem apenas no topo com pequenas formações de folhas.

Essa formação pode ser obtida através de algumas espécies e melhor orientadas com podas regulares que intensificam tal característica na formação.

 

Como Fazer Um Bonsai Passo a Passo

E se você seguiu a leitura até aqui é porque gosta de bonsais, e com certeza está pensando em desenvolver uma espécie em vaso.

E além de seguir todas as dicas para manter, cultivar e dar forma ao bonsai, é preciso fazer o plantio correto também. E para dar um auxílio nessa etapa, separamos alguns vídeos com passo a passo de como fazer e desenvolver uma mini árvore de vaso para a decoração.

 

 

 

 

 

Fotos e Espécies de Bonsai

            Agora só faltar escolher a espécie que vai plantar, e para isso, vamos a uma lista de inspirações e espécies de bonsais.

 

Natural

Se o assunto são bonsais naturais, o que não faltam são espécies para cultivar; mas é claro que esse tipo de planta exige cuidados bem específicos, que vão desde a manutenção da árvore, até as podas para transformá-las em uma mini árvore.

bonsai natural

A espécie tem folhas verdes

planta natural cascata

A mini árvore natural segue o estilo cascata

mini árvore

bonsais naturais

Artificial

Se você não tem muita habilidade na jardinagem e suas plantinhas não se desenvolvem tão bem, uma das possibilidades é escolher um bonsai artificial para a decoração.

Opte pelos modelos que mais se assemelhem a espécies naturais, assim, vai ficar até difícil de notar que a planta não é natural.

planta artificilal

O modelo artificial tem um vasinho de cerâmica branca

modelos artificiais

De Frutas

O bonsai de frutas é uma das técnicas de cultivo de espécies frutíferas em mini árvores. Entre as opções de frutas para a formação da árvore de bandeja, há uma variedade imensa de espécies, como amoreira, cereja, maçã, entre outros.

amoreira

A espécie frutífera é uma amoreira

bonsai de frutas

A planta de vaso é um pé de romã

bonsai carambola

A espécie é um pé de carambola

espécies frutíferas

De Cerejeira / Sakura

Não dá negar a beleza da flor de cerejeira e dá para unir essa beleza com a técnica de bonsai para a decoração do lar.

Há várias espécies de cerejeiras e algumas até dão frutos – cerejas; o que pode ser uma aposta para quem quer uma espécie de bonsai com flores e frutos.

cerejeira rosa

cerejeira em vaso

O vasinho escolhido é um modelo redondo e pequeno

sakura

De Ipê

O Ipê é uma espécie de árvore bem comum em algumas regiões do Brasil, e é conhecido por sua floração, que valoriza ainda mais a espécie.

Por conta da beleza das flores, a espécie torna-se uma opção para a formação de mini árvore com flores, que podem ter cores variadas (roxo, rosa, amarelo, branco).

ipê amarelo

Pequenas flores amarelas aparecem na mini árvore

ipê branco

ipê em vaso

A mini árvore já está toda amarela

De Azaléia

Para quem tem pouco espaço a Azaléia costuma ser uma boa opção de planta para vaso, mas dá para deixar a espécie ainda menor e desenvolvê-la ao estilo bonsai com flores.

azaleia rosa

A espécie já tem o tronco bem formado

azaléia rosa claro

azaléia branca

As flores brancas decoram a mini árvore

vaso bonsai

O vaso turquesa destaca as flores cor de rosa

 

De Caliandra

A espécie é um tipo de arbusto, que pode ser adaptado para a arte oriental de mini árvore, e que tem a beleza de pequenos pompons ou esponjas coloridas (vermelho, branco, rosa) que dão ainda mais delicadeza e beleza para a planta.

caliandra rosa

O bonsai já está repleto de flores

caliandra vermelha

A caliandra vermelha foi a escolha para a arte da árvore em bandeja

mini árvore caliandra

De Pinheiro

Há muitas variedades de pinheiros, mas em geral, as características são folhas em forma de agulhas e tronco lenhoso.

Tais características marcam bastante as espécies e ficam lindas no cultivo em miniatura.

pinheiro

vaso com musgos

A base do vaso tem musgos

vaso sextavado

O vaso segue o estilo sextavado

De Araucária

A árvore é muito característica de regiões frias e pelo seu visual marcante e de bastante altura. O tronco reto marca o estilo da árvore e valoriza o bonsai.

            E apesar de lindo, a espécie ainda não é tão difundida entre as técnicas de árvore em miniatura.

araucária

As folhas ficam apena no topo

estilo araucária

tronco reto

O tronco segue o estilo reto

Pingo de Ouro

Esta folhagem é um tipo de arbusto muito usual em cercas vivas, e tem como principal característica as folhas verdes claras, que podem parecer levemente douradas com a luminosidade.

pingo de ouro

arbusto em vaso

A espécie já tem o tronco bem formado

muda pingo de ouro

A espécie com tronco fino ainda é uma muda

Azul

Se a ideia é fugir das plantas tradicionais, sejam elas com flores, folhagens ou frutos, uma opção bem original é a Blue Maple, uma espécie de folhagens azuis.

blue maple

folhagem azul

árvore azul

As folhas seguem uma nuance de azul claro

árvore de folhas azuis

Flutuante / Air Bonsai

            O bonsai já é lindo, mas já imaginou ter a planta flutuante?

Isso é possível com um modelo de vaso específico, que usa de magnetismo para deixar a plantar elevada e flutuante.

O cultivo é feito a partir de uma esfera que vem junto com o vaso e que depende dos mesmos cuidados de uma mini árvore, como regas e podas.

vaso magnético

A esfera fica flutuando

flutuante

vaso moderno

O vaso tem estilo oriental

bonsai horizontal

A planta fica girando sobre o vaso

air bonsai

            Ah, e se você quer entender melhor como funciona o bonsai flutuante, pode assistir a esse vídeo.

 

            Já escolheu sua espécie de bonsai? Então, agora é só seguir as dicas do post e cuidar da espécie escolhida para garantir o desenvolvimento da mini árvore.

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *