Tipos de suculentas – Principais espécies e 72 lindas inspirações!

As suculentas são a nova febre em questão de paisagismo e decoração, e a plantinha pode ser usada tanto em jardins, como espaços internos pequenos. E por estar tão em alta, muitas vezes surge a dúvida de qual escolher, por isso é preciso conhecer os diversos tipos de suculentas, sendo diferentes em seus estilos e até mesmo no local de cultivo.

Então, se você já se rendeu ou pretende se render a essa planta que tem sido tendência, é hora de conhecer os tipos de suculentas, além de aprender como cuidar das diferentes espécies.

dicas de como cuidar

Tipos de suculentas e dicas de decoração

Suculentas coloridas

As suculentas coloridas podem pertencem a diferentes espécies, e as colorações costumam variar entre tons avermelhados e roxos.

A coloração da suculenta pode acontecer com a exposição ao sol, já que a planta passa a produzir mais antocianinas e carotenoides, o que dá a coloração que começa a aparecer a partir das folhinhas da planta.

Nesse caso, se você quer dar a coloração colorida a sua suculenta, comece a colocá-la gradativamente ao sol, e assim a plantinha pode começar a ganhar outra cor.

Para comprar tipos de suculentas coloridas, vamos a uma lista de espécies que podem ser colocadas ao sol para alteração da cor:

  • Echeveria;
  • Sedum;
  • Crassula ovata;
  • Aeonium leucoblepharum;
  • Graptopetalum.
cores de suculentas

As mini suculentas são de diferentes cores

vaso com suculentas coloridas

O vaso com diversas espécies de suculentas coloridas pode ser usado na decoração

suculenta roxa

A espécie tem coloração roxa

espécies de suculentas coloridas

Suculentas grandes / gigantes

Para quem acha que os tipos de suculentas são sempre pequenos, engana-se. Há espécies de suculentas gigantes e que devem ser cultivadas em vasos maiores.

Essas espécies gigantes não passam despercebidas, e além de serem lindas para cultivar em vasos, também podem ser ótimas apostas de plantas ornamentais para jardins, podendo até mesmo serem misturadas a espécies pequenas.

suculenta gigante colorida

A opção grande tem coloração arroxeada

suculenta grande

suculenta gigante

A opção gigante é cultivada no jardim

tipos de suculentas gigantes

Suculentas com carúnculas

Muito além dos tipos de suculentas tradicionais, as espécies com carúnculas lembram verrugas nas folhas das suculentas e trazem um charme especial para diferentes espécies.

As carúnculas são originárias de mutações que algumas espécies sofreram e assim resultam em protuberâncias nas folhas e que costumam aparecer quando a suculenta já está mais desenvolvida.

Uma espécie que pode trazer suculentas com carúnculas é a Echeveria, que é uma espécie mais comum de suculenta.

suculenta gigante com carúnculas

A suculenta gigante traz as protuberâncias nas folhas

suculentas com verrugas

A espécie com carúnculas nas folhas tem um visual incrível

espécies com carúnculas

Adromischus

As suculentas do topo Adromischus costumam ser caracterizadas por terem caules curtos e folhas que podem ter formato triangular com bordas arredondadas.

Essa espécie costuma ter as folhas mais inchadas que dão um visual de folhas mais gordinhas para as suculentas. E algumas Adromischus podem trazer manchinhas em suas folhas verdes.

espécie Adromischus

suculenta Adromischus

A espécie tem as folhas bem inchadas

Adromischus

A espécie tem folhas com bordas arredondas, inchadas e com manchas em tons de verde

Aeonium

As suculentas do tipo Aeonium pertence a um gênero que pode trazer até 30 espécies, e algumas delas são bem conhecidas.

Esse gênero é caracterizado por caule basal e roseta formado sobre esse caule.

As plantas do tipo Aeonium possuem floração, que saem do centro da roseta mais antiga dando pequenas flores. Durante esse processo, a roseta mais antiga solta novas rosetas, já que depois da floração ela morre.

aeonium

A espécie traz a formação com rosetas

suculentas com rosetas

suculenta aeonium

As rosetas se formam sobre um caule

Cotilédon

As suculentas do gênero Cotilédon são conhecidas por se desenvolverem sobre caules do tipo canudos, que são frágeis e delicados.

Esse gênero costuma formar pequenos arbustos, que podem ser usados na composição de projetos paisagísticos.

A espécie é conhecida por ter folhas opostas, parecendo serem intercaladas entre si.

Suculentas cotiledon

As folhas são opostas

cotiledon

A espécie tem folhas grandes e opostas entre si

suculenta com flor

Crassula

A família das Crassulaeaes traz uma grande gama de espécies e algumas delas são muito conhecidas e usadas em vasinhos ou até mesmo projetos paisagísticos de jardins.

A plantas do gênero Crassula são bem variadas e sua enorme variedade de espécies faz com que haja plantas de formas e tamanhos diferentes, mesmo pertencendo a mesma família.

Esse tipo de suculenta costuma ser mais carnuda e pode crescer ascendente ou com queda, uma ótima opção para quem busca plantas pendentes.

A espécie tem como característica folhas opostas, que crescem uma para cada lado.

espécie crassula

A espécie tem folhas verde escuro

suculenta crassula

tipo crassul

A espécie traz folhas carnudas e brilhantes

Echeveria

A Echeveria é um dos tipos de suculentas mais conhecidos e cultivos no Brasil, e tem o nome popular de “rosa de pedra”, já que sua aparência lembra de uma rosa e a planta pode se desenvolver em regiões de pedras.

Essa família de suculentas tem como característica folhas carnudas e largas, e como já citamos pode fazer parte de um jardim de suculentas coloridas, já que o gênero pode ter as bordas das folhas avermelhas e algumas espécies podem apresentar aspecto aveludado e cor de rosa.

suculenta echeveria

A espécie verdinha é uma das mais conhecidas e cultivas no Brasil

suculenta rosa

A espécie traz coloração rosa

tipo echeveria

O gênero traz diferentes espécies e colorações

Euphorbia

Para variar entre as versões mais conhecidas de suculentas, o gênero Euphorbia traz uma imensa variedade de espécies, que passa de 2 mil variações, que vão desde plantas pequenas, até versões que lembram árvores.

Esse gênero é bastante parecido com cactos, e tem como diferencial uma seiva leitosa e de coloração branca.

As suculentas do tipo Euphorbia são para cultivo ao sol e são bastante resistentes.

suculenta euphorbia

suculentas cactos

A espécie lembra bastante cactos

tipo euphorbia

A espécie tem pontas avermelhadas

Gasteria

Entre os tipos de suculentas, o gênero Gasteria pode ser facilmente reconhecido pelo formato de suas folhas que são bastante carnudas e que lembram línguas arredondadas com uma ponta aguda.

Essa espécie costuma ter manchas ao longo de suas folhas, que podem trazer pequenos pontinhos brancos ou de coloração rosada.

suculenta Gasteria

O gênero Gasteria tem folhas carnudas

suculenta rosa

As folhas da base possuem tom de rosa

suculenta carnuda

A espécie tem folhas que lembram línguas

Graptopetalum

As suculentas Graptopetalum são caracterizadas por serem suculentas baixas e que podem ser usadas como pequenos arbustos ou espécies de plantas pendentes.

Esse gênero possui folhas carnudas e se cultivadas em sol podem ter coloração que varia entre o avermelho e roxo.

suculenta Graptopetalum

A espécie baixa tem coloração roxa

suculenta de sol

suculenta roxa

As folhas são carnudas e arroxeadas

Graptoveria

A Graptoveria é um gênero híbrido resultante do cruzamento entre Graptopetalum e Echeveria, e traz como característica das Echeverias a formação com rosetas.

Esse tipo de suculenta é definido por ter troncos robustos com folhas carnudas formando as rosetas, e tendo uma boa resistência.

suculenta para jardins

A espécie tem formação de inúmeras rosetas

sucuenta Graptoveria

A espécie de folhas carnudas tem pontas levemente avermelhadas

suculenta com roseta colorida

Haworthia

Entre os tipos de suculentas mais cultivos, o gênero Haworthia é uma das opções e traz as plantas com desenvolvimento sem caule.

Esse tipo pode trazer duas espécies:

  1. Espécies com folhas firmes e carnudas com coloração em tom de verde escuro;
  2. Espécies com folhas macias e com janelas foliares, que são espécies de painéis por onde a luz passa podendo atingir tecidos fotossintéticos do interior da folha.

Essa família pode trazer floração com pendentes que trazem flores delicadas e brancas.

suculenta Haworthia

A espécie tem folhas firmes e verde escuras

tipo Haworthia

suculenta pequena

As folhas são bem carnudas

Orostachys

Esse gênero de suculenta é uma versão conhecida pela formação da planta com rosetas e folhas mais gordinhas, sendo uma versão que costuma agradar bastante.

A espécie tem floração a partir do seu segundo ano, e o caule florido surge a partir do centro da roseta.

suculenta com rosetas

O vaso grande traz várias suculentas do tipo Orostachys

tipo Orostachys

suculentas Orostachys

As folhas possuem as pontas com leve coloração avermelhada

Othonna

O gênero Othonna traz uma gama bem diversificada em estilos, que podem trazer suculentas com folhas longas e inchadas, e outras opções bem pequenas e com ramos curtos.

Como uma das espécies mais conhecidas da família Othonna, o “Colar de Rubis” é uma versão de planta pendente e que costuma ser bastante usada em vasos suspensos e pode ser uma opção para jardim vertical.

suculenta pendente

A planta pendente foi cultivada em vaso suspenso

colar de rubis

A planta tem coloração arroxeada

suculenta Othonna

Pachyveria

As suculentas do tipo Pachyveria são plantas híbridas e resultantes do cruzamento entre os gêneros Pachyphytum e Echeveria.

O resultado desse cruzamento traz suculentas lindas caracterizadas por rosetas formadas por folhas carnudas e achatadas.

As plantas do gênero Pachyveria podem ter coloração em tons de cinza e levemente azuladas.

suculenta pachyveria

A platinha traz características bem comuns do gênero, como folhas carnudas e achatadas

suculenta híbrida

tipo pachyveria

A suculenta tem coloração de verde acinzentado

mini suculenta

A espécie com roseta foi cultivada em vasinho

Rhipsalys

As suculentas do gênero Rhipsalys costumam ser bastante diferentes das versões mais conhecidas de suculentas, e a planta é considerada epífita, ou seja, que se desenvolve em cima de outras plantas, como árvores.

Nesse gênero há bastante variação, e as plantas podem ter caules cilíndricos, achatados ou angulares.

planta pendente

A espécie pode ser usada com planta pendente

planta Rhipsalys

A espécie tem formação bem volumosa

suculenta Rhipsalys

suculenta epífita

A espécie foi cultivada em vaso

Sedum

A espécie Sedum tem como característica principal as suculentas com folhas pequenas, sobrepostas e inchadas.

Esse tipo de suculenta pode ser em tons de verde, mas também traz algumas espécies coloridas, podendo ter tons avermelhados.

As espécies  do tipo Sedum podem ter floração, que lembram um brocólis pequeno em meio as folhas, e com flores que podem ser brancas, amarelas, vermelhas ou rosas.

suculenta vaso

As folhas possuem as pontas avermelhadas

suculenta gênero sedum

As folhinhas são sobrepostas e pequenas

suculenta sedum

espécie sedum

A espécie traz coloração com folhas avermelhadas

 

 

 

Já elegeu sua espécie preferida? Conta aqui nos comentários qual você mais gosta e se você já tem essa plantinha em casa.


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *