Modelos de telhados: guia completo para a cobertura da casa!


Você conhece os modelos de telhados? Essa parece uma pergunta fácil, mas se você parar para pensar um pouquinho vai notar que há uma boa complexidade nisso. Afinal os modelos de telhados reúnem várias características, como quedas d’água, aparente ou não e até tipos de telhas.

Saber escolher qual o melhor tipo de telhado para um projeto não é uma tarefa fácil; por isso hoje o post é totalmente destinado a quem está pensando na cobertura da casa, com dicas essenciais para conversar com os profissionais da área civil e juntos escolherem a melhor opção para a cobertura de acordo com seu tipo de projeto.

tipos de telhas

 

Características de um telhado – nomenclaturas

Se você fica perdidinho(a) com os nomes que são dados a cada parte do telhado, vamos começar por um esqueminha, assim você vai entender melhor o restante do post e ainda vai entender o que o mestre de obras e o engenheiro estão dizendo.

 

nomenclaturas telhado

  • Tesoura: é a base do telhado, suportando toda e estrutura e sendo base para a cobertura. A tesoura é caracterizada por um desenho de triângulo.
  • Terças: ficam ligadas à tesoura e ajudam na sustentação das ripas e que vão segurar as telhas.
  • Ripas: estrutura que fica na orientação horizontal e que sustenta o telhado que fica sobreposto nessa parte.
  • Caibros: estrutura vertical que sustenta as ripas, e segura o peso da estrutura junto das terças e tesoura.
  • Empena ou oitão: parte lateral onde se apoia a cumeeira e cria a altura entre telhado e forro.
  • Água: característica que classifica o tipo de telhado (meia, duas, três águas, etc), e tem a função e inclinação adequada para escoar a água.
  • Água furtada: é onde acontece o encontro das águas que escorrem das partes de um telhado, e bem conhecido como calha.
  • Cumeeira: é uma aresta na parte mais alta do telhado e que é caracterizada pelo encontro dos telhados e suas divisões de águas.
  • Espigão: bem parecido com a cumeeira, é a parte em que divide as águas do telhado. A diferença do espigão é que esse fica inclinado, enquanto a cumeeira fica na horizontal.
  • Beiral: é a parte que vai além das paredes da casa, criando uma espécie de “puxadinho” do telhado, protegendo que a água da cobertura não escorra diretamente pelas paredes com janelas e portas.
  • Testeira: é o acabamento do telhado, fica posicionado abaixo das telhas e fica visível exatamente para esconder o restante da estrutura, como caibros e vigas.

 

Modelos de Telhados Conforme o Caimento e Formato

Embutido/ Platibanda

telhado embutido tem se tornado o queridinho dos projetos atuais. A opção além de ser esteticamente linda, ainda é muito valorizada nos projetos por exigir menos madeiramento que projetos de telhados aparentes.

tipos telhado embutido

Há duas opções para os projetos de casas sem telhado/ embutido – com placas pré-moldadas para a cobertura e telhas, sendo que a última exige a calha para escoamento da água.

O estilo dos telhados embutidos é com menos inclinação e permite o uso de telhas mais simples também, já que essas ficaram escondidas pela platibanda, que é uma pequena parede que vai além do telhado e o esconde.

Para quem pretende investir no telhado embutido para o projeto, o preço médio é de R$ 100 m², mas isso pode variar de acordo com o tipo de telha escolhida e a mão-de-obra contratada.

fachada moderna

A porta branca combina com e entrada da casa

sobrado pequeno e moderno

Janelas de vidro valorizam a fachada

Aparente uma água (meia água)

O modelo de telhado meia água é o mais simples, e entre os modelos de telhados aparentes é também o mais barato, já que exige menos estrutura para sustentação.

meia água

Esse tipo de cobertura costuma ser apoiado sobre oitões laterais e torna-se ideal para casas pequenas, como edículas, já que dispensam várias inclinações e pontos de quedas d’água.

            O preço médio do telhado uma água é em torno de R$ 80 m², enquanto as outras versões com mais quedas d’água chegam a custar R$ 120m².

edícula com varanda

Na frente da casa, pequena varanda

casa com piscina

A piscina tem pequeno jardim ao lado

Duas águas

O telhado duas águas ou duas quedas, como também é chamado, é um dos mais conhecidos e tradicionais. O modelo pode ser dividido ao meio pela cumeeira ou ter uma das laterais maiores.

Para o telhado duas águas, há duas opções de modelos:

duas águas

  1. Tipo cangalha: a cumeeira é o encontro entre as duas partes do telhado.
  2. Tipo americano: uma das partes do telhado é mais alta por conta de uma elevação, que pode ser feita com madeiramento ou uma parede de alvenaria.
casa de vidro

As paredes de vidro deixam a casa moderna

telhado duas águas

 

Aparente três águas

O telhado de três água é uma formação triangular e um pouco mais complexa que o modelo anterior (duas águas).

Esse tipo de cobertura é uma ótima opção para casas maiores e que exigem maior escoamento da água da chuva, já que os três pontos de inclinação criam escoamento mais rápido da água.

três águas

A característica desse tipo de telhado é uma cumeeira central e dois espigões que formam o triângulo, geralmente direcionado para a frente da casa.

sobrado com piscina

Ao fundo da casa, uma piscina

pergolado garagem

Na frente da casa, pergolado de madeira

telhado claro

 

Quatro águas

O telhado quatro águas é tão conhecido como a versão de duas águas, e mesmo sendo uma opção mais comum ainda é muito utilizado em projetos atuais por conta de sua versatilidade e rápido escoamento de água.

O modelo que se adequa muito bem a projetos de casas quadradas ou retangulares é versátil pois pode ser usado de duas maneiras:

quatro águas

  1. Cobertura aparente: as quatro quedas do telhado ficam aparentes no projeto.
  2. Escondido: a estrutura com 4 águas é com feita com inclinação menor e uma parede mais alta (platibanda) esconde a cobertura.
casa com jardim na frente

O jardim decora a frente da casa

fachadas casas

 

Aparente em L

O telhado em L costuma ser uma excelente opção para casas pequenas e construídas próximas a muro, aproveitando o paredão para puxar a estrutura do telhado.

telhado em L

A construção desse tipo de telhado costuma exigir água furtada para o escoamento da água sobre a cobertura, que pode ser com meia queda ou três quedas.

            O modelo L implica também no formato da casa, que deve seguir o mesmo estilo.

edícula com picina

A piscina fica ao centro da edícula

projeto edícula

Sobreposto (telhado sobre telhado)

O telhado sobreposto é um queridinho dos telhados aparentes. O formato implica em diferentes alturas de telhados que se sobrepõem e criam níveis diferentes para a cobertura.

Ao utilizar o telhado sobre telhado não há uma regra de quantas e quais tipos de quedas d’água usar, o que é muito versátil, já que permite mesclar vários tipos de inclinações e deixar o projeto moderno.

A única desvantagem desse tipo de telhado é em relação ao custo, já que exige mais madeiramento e isso implica em um preço final mais elevado, chegando a custar em média R$ 150 m².

casa em terreno irregular

A garagem aproveita o declive do terreno

casa amarela

A pintura externa da casa é um amarelo claro

jardim com coqueiros

Coqueiros decoram o jardim

modelos de casas

Borboleta / Invertido

Se você quer um telhado aparente diferente das versões tradicionais, uma excelente opção é o modelo chamado de borboleta ou invertido. O estilo da inclinação é ao contrário das versões anteriores, e as quedas são inclinadas para a parte central da cobertura.

telhado borboleta

Entre os modelos de telhados essa versão é mais indicada para regiões com menor índice pluviométrico, já que sua drenagem é mais lenta, e isso exige mão-de-obra qualificada para o projeto, evitando o acúmulo de água na cobertura.

telhado invertido

No pavimento superior, amplas portas dão para a sacada

casa moderna telhado

A fachada é um mix de madeira e pedras decorativas

Japonês / Pagode

Com certeza você já se deparou com modelos de telhados ao estilo oriental, com suas pontas em curvas ascendentes. Esse tipo de cobertura é chamado de telhado japonês, exatamente pela inspiração nos projetos arquitetônicos do Japão, ou telhado pagode.

Esse tipo de cobertura possui bastante inclinação em seu topo e nas pontas há uma curvatura.

telhado pagode

Pedras decoram o jardim

telhado japonês

telhado oriental

Curvo

O telhado curvo ainda é pouco usado, mas é uma das possibilidades entre os modelos de telhados. A cobertura possui uma inclinação leve e a curvatura na forma é a característica mais marcante desse tipo de cobertura.

Esse modelo de cobertura pede profissionais competentes para fazer a estrutura que pode ser madeira ou treliças metálicas, evidenciando a forma curvada.

piscina redonda

A piscina redonda decora o jardim

casa moderna

As paredes de vidro valorizam a estrutura

telhado curvo

Detalhes em madeira valorizam a fachada

Modelos de telhados conforme o material

Colonial

telhado colonial é bem conhecido por conta da sua telha de mesmo nome.  A cobertura costuma lembrar projetos de casas coloniais, com telhado aparente em telha cerâmica, que pode seguir uma fachada com estilo rústico ou moderno.

casa praia

telhado colonial

Telhado verde

Na tendência das casas sustentáveis uma opção é investir no telhado verde. A cobertura com diversas espécies de plantas tem suas vantagens como:

  • Manter a temperatura interna da casa agradável, já que absorve até 90% mais calor que os telhados tradicionais;
  • Melhora a qualidade do ar ao entorno;
  • Melhora isolamento acústico da casa;
  • Criação de um jardim criativo e moderno.
sala decorada

A sala foi decorada com tons claros

E claro que entre todas as vantagens entre esses modelos de telhados verdes, há também seus contras que são: manutenção do jardim, mão-de-obra especializada para evitar infiltrações a partir do telhado e custo.

E sim, esse tipo de telhado ainda tem a desvantagem de ter um custo inicial mais alto, em médio R$ 170 m²; mas comparado a outros modelos, e com todas as vantagens ainda é um investimento vantajoso.

telhado verde

A piscina decora o fundo da casa

casa sustentável

A casa tem estrutura de tijolo a vista

De vidro e policarbonato

O telhado de vidro ou policarbonato é ideal para garantir boa iluminação do ambiente, já que o material translúcido permite que a luz do dia ilumine espaços com falta de luminosidade.

Esse tipo de cobertura pode ser feita através de telhas de vidro que podem ser instaladas entre telhas de cerâmica ou por todo o ambiente, ou em placas de vidro ou policarbonato que revestem toda a cobertura, e ficam lindas em projetos externos, como a cobertura de pergolados.

telha de vidro

telhado vidro e policarbonato

De zinco

            O telhado de zinco é uma opção menos usual em residências, mas esse tipo de revestimento é uma boa opção para projetos residenciais sim.

Entre as vantagens da telha de zinco na cobertura há a durabilidade, já que não trinca; o custo mais baixo; a fácil e rápida instalação que dispensa madeiramento reforçado, uma vez que a telha é leve.

Esse tipo de telhado ainda também tem suas desvantagens, como o barulho da chapa metálica em dias de chuva e a absorção de calor, problemas que podem ser resolvidos com a instalação de uma manta entre telhado e forro. Outro ponto negativo é a aparência, que não valoriza o projeto da casa, mas pode ser uma opção para telhados embutidos, ou amenizado com a pintura do telhado aparente.

telha de zinco

A telha de zinco foi pintada em tom cerâmico

casa com telhado de zinco

A casa segue o estilo industrial

 

Shingle/ americano

As telhas Shingle são bem conhecidas das casas norte-americanas, e aos poucos estão ganhando cada vez mais espaço nos projetos brasileiros.

telhas shingle

A garagem fica na lateral da casa

A vantagem desse tipo de telhado é o custo-benefício, já que alia beleza, durabilidade e preço. A cobertura leve também faz com que a instalação seja rápida, e a disponibilidade de cores torna a telha versátil para diferentes projetos.

Entre os contras está o preço da telha, que fica em torno de R$ 80 m² (sem instalação), enquanto a versão cerâmica sai por volta de R$ 55. Mas ainda assim vale a pena!

telhado americano

piscina pastilha

A piscina tem degraus embutidos

telhado shingle

Germânico

A telha germânica é uma versão, geralmente em cerâmicas, mas com design diferenciado – plana e com ponta arredonda – é o que a destaca no projeto.

telha germânica

Além do design que é lindo, esse tipo de telhado ainda permite inclinações, sendo ideal para projetos de telhados bastante inclinados e ao estilo das construções germânicas.

telhado germânico

casa com telha germânica

Agora que você já sabe tudo sobre os modelos de telhados, é hora de escolher qual o tipo de cobertura mais se adequa ao seu projeto.

 

 

 



COMPARTILHE!

Confira também

  1. Giovana disse:

    adorei! obrigada

  2. clovis disse:

    parabéns pelas postagens lindos telhados inclusive o que eu precisava que era o de agua furtada.

  3. Silvana disse:

    Boa tarde adorei estas plantas principalmente a casa em L com piscina, quero ver por completo fora e dentro, tenho um terreno com 1130 m2 , 15 de frente, so tive dinheiro para comprar o terreno quero uma casa em L com churrasqueira, varanda e área de lazer com piscina e garagem e um pequeno pomar no fundo isso é possível sem gastar muito. Obrigada e parabéns

  4. luciano nunes pereira disse:

    tenho telhado pra fazer mais eu nao vi nenhum modelo dessa forma

  5. Fabiola Hazin disse:

    Muitooo bom!

  6. hamilton kapapelo disse:

    Essa materia é muito boa, e com uma linguagem simples. Valeu pelas dicas.

  7. Adão Oliveira das Neves disse:

    obrigado pelas dicas

  8. Bene disse:

    São todos lindos um mais que o outro, obrigado pelas ideias.
    Deus os abençoe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *