Entendendo a Parte Elétrica Residencial【GUIA COMPLETO】

Entender a parte elétrica residencial é essencial para ter mais conforto e economia em casa. Toda obra necessita de um estudo completo a respeito dos pontos de luz, tomadas e outros aparatos, tudo para facilitar a convivência dos moradores no local.

Afinal, a residência precisa ter um número ideal de tomadas, interruptores em locais estratégicos, pontos de iluminação diretos e indiretos, enfim. Sendo assim, o projeto elétrico faz toda a diferença e deve seguir alguns conceitos primordiais.

Por isso, todo mundo deve entender melhor o que é a parte elétrica, como funciona, quais erros evitar, como é realizada a instalação, além de cuidados diários. Saiba tudo isso e muito mais neste guia completo e esclarecedor.

o que é parte elétrica

Ter uma casa com problemas elétricos recorrentes é péssimo. Além de muita dor de cabeça, ainda gera muitos gastos. Do mesmo modo, é ruim quando os pontos de luz não iluminam o ambiente corretamente, os interruptores são mal projetados e as tomadas insuficientes.

Essas são apenas algumas situações que ocorrem quando o projeto elétrico residencial foi mal elaborado. Logo, para evitar tudo isso e ter mais conforto em casa, é primordial fazer um estudo e contar com o auxílio de especialistas para que a instalação elétrica seja totalmente eficiente e satisfatória.

projeto elétrico

O que é um projeto elétrico?

Entretanto, primeiramente é necessário entender o que é um projeto elétrico. De acordo com profissionais do ramo, trata-se do estudo e compilação de de todas as informações referentes a  parte elétrica de uma residência.

Esses dados são dispostos em representações gráficas e escritas que consideram a planta baixa e as características do imóvel. Tudo isso é feito para definir onde serão instalados os pontos de iluminação, quadro de distribuição de energia, tomadas, interruptores e todo o circuito elétrico em si.

VEJA  30 MODELOS DE GARAGEM: dicas e ideias!

A partir desse estudo, o profissional tem uma base do que é necessário para o conforto dos moradores, quais são os pontos estratégicos, quais materiais devem ser utilizados, etc.

Projeto Elétrico

Exemplo de projeto elétrico

A preparação e análise de um projeto devem seguir as normas regulamentadoras da ABNT. Nesse caso, a NBR 5410 dispõe quanto as instalações elétricas e de baixa tensão. Assim, é possível fazer uma instalação segura e econômica, evitando problemas futuros.

Vale destacar que o projeto elétrico residencial deve ser realizado por especialistas habilitados. De modo geral, o Engenheiro Civil está apto e pode ter apoio de um técnico em Elétrica. Todavia, em residências grandes e que dependem de soluções mais apuradas é interessante que um Engenheiro Eletricista seja o responsável pela instalação da parte elétrica.

o que é projeto elétrico 1

Como cuidar da parte elétrica da casa? #dicas

Alguns cuidados cotidianos são essenciais para garantir a eficiência e a segurança da parte elétrica da casa. Saiba o que fazer (e não fazer) para manter todos os aparatos em pleno funcionamento.

  1. Bloqueie a fonte de energia sempre que for realizar algum reparo, como trocar o chuveiro, por exemplo. Se tiver dúvidas, desligue a chave geral no quadro de distribuição.
  2. Nunca deixe aparelhos e fiações com fios desencapados. Utilize sempre fita isolante para mantê-los protegidos.
  3. Todos os componentes relacionados à parte elétrica residencial (como os disjuntores) devem ter certificação do INMETRO. Evite comprar produtos duvidosos e não certificados.
  4. Evite o excesso de conectores (benjamim) nas tomadas. Isso pode causar sobrecarga e provocar curto-circuito. Ligue no mesmo ponto apenas aparelhos de baixa potência – como TV e videogame, por exemplo.
  5. Alguns aparelhos necessitam de tomadas exclusivas, como ferro de passar, microondas e máquina de lavar.
  6. Nunca deixe aparelhos energizados próximo a água. Isso causa danos aos aparelhos, pode dar choque e causar até descargas fatais.
  7. Aconteceu um curto-circuito? Desligue a chave geral do quadro de distribuição. Se propagar fogo, saia do local e chame os bombeiros. Nunca jogue água, pois é condutora de eletricidade e pode aumentar o problema.
  8. Evite deixar a fiação em locais quentes ou fontes de calor, como lareiras ou fogões a lenha, por exemplo.
  9. Caso haja problemas frequentes com disjuntores ou oscilações na iluminação, contrate um eletricista para avaliar a parte elétrica. Pode ser que esteja acontecendo sobrecarga nas instalações e seja necessário realizar uma manutenção.
  10. Se tiver dúvidas, consulte sempre profissionais especializados. Nunca mexa na fiação por conta própria, energia elétrica pode ser um perigo fatal.
VEJA  80 Modelos de MUROS Inspiradores – Conheça os Diferentes Estilos!

Parte Elétrica o que é

Como fazer a instalação elétrica?

A instalação elétrica de uma residência deve ser realizada após a finalização do projeto elétrico, que norteará os profissionais envolvidos nesse trabalho.

Vale destacar que essa parte consiste em inserir todos os componentes necessários para utilização da energia elétrica no imóvel. Essa corrente passará por condutores principais, que podem ter vários tipos: neutro, terra, fase ou retorno. No projeto, é possível utilizar um ou vários desses.

De acordo com especialistas, a instalação elétrica segue alguns parâmetros. Entenda o passo a passo:

Análise da planta baixa do imóvel

Esse é o primeiro passo, afinal, cada local apresenta características distintas. A planta é um ótimo guia, pois apresenta as medidas de cada ambiente. Essa será a base para definir como será a iluminação, quantidade de tomadas, além de todas as providências referentes à parte elétrica residencial.

Projeção de cargas

Os cômodos da casa devem ser analisados para que seja feita a projeção de cargas necessária. Esse conceito é baseado na necessidade de cada ambiente, como o número de aparelhos que serão instalados e a potência ideal.

Além disso, é bom considerar o número de moradores, como quantas pessoas ficarão no quarto, enfim. A partir dessa projeção de cargas, o especialista realiza os cálculos de pontos de iluminação, tomadas, entre outros.

o que é projeto elétrico

Iluminação e tomadas

Feitos os estudos preliminares, o profissional define qual será o número de interruptores, lâmpadas e tomadas. Segundo as normas, devem ter cargas equilibradas, com circuitos separados em iluminação, tomadas de uso geral e tomadas de uso específico.

Locais

Após determinar o número de circuitos, é feita a análise dos locais onde serão instalados. Cada um deles deve seguir um padrão mínimo de acordo com o tamanho e características do ambiente. A fração responsável por esse cálculo é VA (volt-ampère), que significa potência aparente.

VEJA  80 Quartos Modernos Incríveis – Inspirações Para Se Apaixonar!

Em banheiros, por exemplo, é indicada a instalação de uma tomada de 600 VA. Já em varandas, a potência indicada é de 1000 VA. Vale destacar que toda essa projeção é realizada pelos profissionais especializados na parte elétrica residencial.

Diagramas e simbologias

O diagrama é uma descrição das instalações elétricas em forma de símbolos. Indica quais condutores serão utilizados, tipos de ligações, entre outros conceitos.

Já as simbologias indicam os tipos de condutores, a altura das tomadas e outras informações essenciais para que a parte elétrica fique segura e eficiente.

Parte Elétrica Residencial

Condutores e eletrodutos

São instalados após o estudo e análise do projeto elétrico do ambiente. De acordo com as normas, os condutores de iluminação devem ter área mínima de 1,5 mm² e os condutores em tomadas no mínimo 2,5 mm².

Ligações elétricas

Realizado todo o projeto elétrico, ou seja, toda a base, o eletricista pode realizar as ligações elétricas necessárias. Tudo começa a partir do padrão de alimentação, fornecido pela empresa de energia elétrica local.

Esse ramal possui um medidor que é ligado ao quadro de distribuição. Nesse quadro, há circuitos terminais que alimentam cada ambiente com energia elétrica. Além disso, há sistemas de segurança contra curtos, choques e descargas, além de circuitos onde estão presentes os condutores.

Parte Elétrica

Fonte de consulta: Triider


Após nosso guia completo, esperamos que você esteja melhor informado sobre a parte elétrica residencial. É essencial entender o assunto para definir as prioridades e contratar bons profissionais. Gostou das dicas? Conte pra gente. Aproveite e compartilhe o conteúdo com amigos e familiares. Boa sorte e até a próxima.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *