Guia completo da criação de GALINHA CAIPIRA •【2020】

A criação de galinha caipira é uma alternativa sustentável que possui uma série de benefícios. Muitas pessoas decidem manter esses animais no quintal, em galinheiros e até em pastos para ter ovos frescos, manter a área externa limpa, entre outras vantagens.

Além disso, as galinhas são animais que não exigem muitos cuidados, são de fácil adaptação e convivem bem com outros pets, como gatos e cachorros. São muitos pontos que vale a pena destacar, por isso preparamos este guia completo para tirar todas as suas dúvidas.

Saiba tudo sobre a criação de galinha caipira e encante-se com dicas surpreendentes.

criação de galinha solta

Guia completo sobre a criação de galinha caipira: saiba tudo!

Criar galinhas em casa é uma tradição em diversas áreas rurais em qualquer região do Brasil. Esse é um hábito comum em muitas cidades interioranas devido à facilidade no manejo e cuidados com essas aves.

As galinhas, galos e frangos se adaptam facilmente a diversos ambientes. Só precisam de um espaço necessário para realizar suas atividades: ciscar, comer, botar ovos, enfim.

O fato de crescer de modo independente diferencia a galinha caipira daquelas que são criadas em granjas. Trata-se de uma proposta mais sustentável, voltada ao consumo consciente e alternativo.

No país, há uma série de projetos relacionados à avicultura caipira, semelhantes à agricultura familiar, que visa o bom aproveitamento dos recursos. A ideia é ensinar aos produtores quais são os cuidados com a saúde das aves, como devem ser tratadas, entre outros pontos importantes.

Como criar galinha

Quais as vantagens da criação de galinha caipira?

Há muitas vantagens na criação de galinha caipira. Portanto, se você possui condições em investir no manejo dessas aves, vale a pena começar e, quem sabe, até ganhar dinheiro com isso. Conheça os benefícios:

As galinhas são animais que se adaptam a diversos ambientes e convivem bem com outros bichos, seja com os pets de casa ou com outras aves, como patos, perus, pavões, gansos, etc.

A criação de galinha caipira rende uma boa produção de ovos frescos. Além disso, os frangos podem ser vendidos e consumidos devido a sua carne de alto valor nutritivo.

VEJA  Roçadeira STIHL: Modelos, preços e TUDO SOBRE! •【[ano]】

Galinhas ajudam a manter quintais limpos, pois comem insetos e outras pragas – que, inclusive, podem invadir hortas. Por isso, são essenciais para áreas rurais.

criação de galinha caipira

Quando criadas ao ar livre, as galinhas se alimentam com pequenos animais, plantas, frutas, etc. Assim, consomem pouca ração ou milho.

São mais saudáveis em comparação às galinhas de granja, pois sua alimentação é natural e a criação livre. Além disso, não recebem insumos especiais (como hormônios) para crescimento rápido. Por isso, sua carne pode ser consumida tranquilamente pelos humanos.

São animais de fácil manejo. Botam ovos em ninhos preparados com palha, cestos de bambu, madeira e outras estruturas. Se não há galinheiro, dormem nos galhos de árvores altas.

Galinha no ninho

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A criação de galinha caipira pode ser bem lucrativa para seus produtores. Além dos ovos, é possível vendê-las para consumo da carne. Segundo especialistas, o quilo da carne da galinha caipira é cerca de 20% mais caro em comparação à galinha de granja.

As aves podem ser criadas livres, confinadas em um galinheiro ou semiconfinadas (processo mais indicado). Todos esses processos são simples e não exigem muito trabalho nem grandes estruturas.

Há muita variedade de espécies: rhodia, garnizé, carijó, da Angola, Brahma, etc.

É praticamente impossível uma galinha fugir do espaço em que é criada. Ela não possui habilidade de voo, além de ser um animal extremamente territorial.

criação de galinha na cidade

Como ter uma criação de galinha caipira? #dicas

Se você pretende começar uma criação de galinha caipira, o primeiro ponto a considerar é a finalidade. As aves serão para o consumo familiar ou para venda? A partir daí, é possível delimitar o local na qual serão mantidas, assim como a quantidade ideal.

Vale lembrar que, desde que haja a presença de um galo de grande porte no local, as galinhas botarão ovos com frequência e muitas podem começar a chocá-los, aumentando o número de aves. Para se ter ideia, uma galinha pode chocar de 5 a 10 pintinhos, que logo crescerão e exigirão os mesmos cuidados – além de precisar de mais espaço.

Por isso, é essencial o bom manejo para evitar o crescimento demasiado e fora de controle. Especialistas indicam começar com galinhas matrizes compradas de outros criadores, que sejam férteis e possam chocar os primeiros ovos. Essa leva de pintinhos forma a criação, ajuda a formar o galo que tomará conta da revoada e mantém o ambiente harmônico.

VEJA  Chocadeira de ovo » Modelos e como fazer em casa •【[ano]】

criação de galinha caipira 1

Confira outras dicas sobre a criação de galinha caipira em diferentes espaços.

Solta / No quintal

É comum ver galinhas sendo criadas soltas no quintal, sobretudo em chácaras e áreas rurais. Se há boa disponibilidade de espaço, você pode seguir essa tendência.

Entretanto, é essencial se atentar aos seus hábitos, ainda mais na hora de fazer ninhos. Galinhas soltas fazem ninhos em pastos, em cantos e até em varandas. Se não há a retirada dos ovos, acabam chocando e dando a luz a mais aves, o que leva a um rápido crescimento da revoada.

Além disso, é preciso deixá-las em local longe da casa, pois elas fazem bastante sujeira – o que pode ser bem incômodo para muitas pessoas. Já hortas precisam de cerca para que elas não invadam e acabem com a plantação.

Mesmo com a criação livre, é ideal a construção de um espaço para que as galinhas possam ficar confinadas, seja para dormir, comer ou para se proteger da chuva. Outra dica é mantê-las próximas a árvores de grande porte, já que é comum que escolham os galhos para repousar.

criação de galinha

Presa/ Em galinheiro

No galinheiro, é indicado manter até três galinhas por metro quadrado. O espaço pode ser instalado em uma área cercada, para que fiquem semiconfinadas, ou no esquema de confinamento total.

Se você optar pelo segundo caso, é recomendado não exagerar na quantidade de aves, para que não briguem e fiquem desconfortáveis. Além disso, é indicada a presença de apenas um galo.

Os galos estão no topo da hierarquia da revoada e, de costume, tomam conta de até seis galinhas. Eles são maiores, têm crista grande e destacada, além de esporas afiadas nas patas. Do mesmo modo, são territoriais e podem brigar entre si se criados juntos, assim como bater em frangos que começam a se desenvolver.

O cuidado no manejo de galos é essencial em galinheiros, para que o ambiente seja harmônico. Em muitos casos, você pode manter apenas galinhas, pois elas convivem melhor e não dependem do macho para botar.

Vale destacar que o galinheiro deve ter poleiros, ninhos, local para ração e água, entre outras estruturas. Deve ser limpo frequentemente (de preferência todos os dias) e ter espaço suficiente para um bom convívio das aves.

VEJA  Roçadeira STIHL: Modelos, preços e TUDO SOBRE! •【[ano]】

criação de galinha em galinheiro

Na cidade

Também é possível investir na criação de galinha caipira na cidade. A recomendação padrão é que as aves tenham um espaço montado exclusivamente para elas, seja cercadas no quintal ou confinadas em um galinheiro.

Em ambos casos, o local deve ser confortável, bem arejado e com a quantidade ideal de aves. O solo deve ser protegido e os poleiros resistentes, bem como a estrutura dos ninhos.

Em áreas urbanas, não é indicada que as aves fiquem livres no espaço, justamente para não saiam na rua ou entrem em casa. Além disso, atente-se ao manejo e evite que elas fiquem no mesmo local que algumas raças de cães propensas a atacá-las.

criação de galinha 1

Cuidados na criação de galinha caipira

Por fim, atente-se a alguns cuidados essenciais na criação de galinha caipira:

  • Alimentação – o padrão é dar milho ou ração pelo menos duas vezes ao dia: logo pela manhã e no início da noite.
  • Galinhas se recolhem para ir dormir assim que o dia começa a anoitecer, seja em árvores ou nos espaços disponíveis no galinheiro.
  • São animais que fazem barulho, principalmente os galos. Então, acostume-se com o canto do galo pela madrugada. É algo instintivo, para manter a hierarquia no grupo.
  • Evite que dois galos tomem conta do mesmo local e tenham poucas galinhas para cuidar. A média é seis galinhas para cada um deles. Caso contrário, haverá briga e um dos animais pode sair bem machucado.

Galo caipira

  • Galinhas comem vegetais, frutas e legumes. Se você tem horta em casa, mantenha o espaço cercado.
  • O mesmo vale para as varandas e o interior da casa. Elas podem entrar e defecar nesses locais.
  • Os resíduos das galinhas devem ser retirados diariamente do galinheiro para evitar mau cheiro e insetos. Você pode usá-los como esterco caso tenha horta ou plantas em casa.
  • Alguns cachorros podem atacar as galinhas. Outros, convivem bem com as aves. Atente-se ao comportamento do seu pet antes de deixá-lo em contato com elas.
  • Cuide para que predadores não invadam seu quintal ou galinheiro, como gambás e raposas.
  • Tenha sempre um espaço disponível para as galinhas se protegerem do sol e das chuvas.
  • Atente-se à saúde das galinhas. Algumas doenças podem atingi-las, por isso é importante ficar de olho para evitar a infestação.

Esse foi nosso guia completo sobre a criação de galinha caipira. Esperamos que tenha sido esclarecedor. Deixe um comentário e compartilhe o conteúdo. Boa sorte e até mais.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *