Como assentar porcelanato – 7 dicas importantes e passo a passo!

Como assentar porcelanato de forma prática, ágil e eficaz? Se você tem essa dúvida, saiba que não está sozinho. Há muita gente buscando essa informação, afinal, revestir com porcelanatos está cada vez mais na moda e não é todo mundo que visa contratar um profissional para este serviço.

Apesar de ser mais indicado contar com a ajuda de alguém que atue no ramo, o processo, digamos, ‘caseiro’ de instalar pisos e revestimentos tem sido um dos mais requisitados.

Dicas para assentar porcelanato

Com a ajuda da internet, que libera tutoriais completos, dá para tentar reproduzir em casa diversos procedimentos. Às vezes o resultado não é o mesmo do que apostar em um profissional e também há a desvantagem de não ter a garantia que uma empresa geralmente oferece.

Todavia, pode ser uma saída interessante para quem visa economizar no projeto de construção ou reforma. Entende-se que o custo da mão-de-obra para colocar pisos é algo que pode não caber no orçamento.

Instalação de porcelanato

Conhecendo dicas e informações técnicas dá para tomar os cuidados necessários, seguir o passo a passo e conseguir um bom resultado

Pensando nisso, resolvemos elaborar um post completo, com tudo que você precisa saber para assentar porcelanatos de uma forma dinâmica. Confira com a gente!

Como assentar porcelanato? – Dicas e passo a passo

Os porcelanatos estão na moda e realmente são uma escolha prática na hora de revestir paredes e pisos. Ainda que sejam os revestimentos cerâmicos mais caros do mercado, oferecem uma versatilidade e beleza incomum.

Há porcelanatos de praticamente todas as tonalidades, homogêneas ou mescladas, além dos estampados e daqueles que imitam outros materiais, como madeira e mármore, por exemplo.

A sua eficiência em projetos de qualquer estilo é indiscutível. O que muitas vezes tira o sono de muita gente é a forma de assentá-lo, garantindo que o material seja totalmente preservado e o resultado fique bom.

Saiba como assentar porcelanato

Como se trata de um material relativamente novo, pode gerar muitas questões antes e na hora de instalar. O fato de ser uma novidade também implica no uso de maior cautela quando for aplicar na superfície em questão.

De acordo com especialistas, levando em conta procedimentos simples, é possível reduzir bastante a perda de material, que geralmente acontece quando se esquecem quesitos determinados. Prestar atenção no passo a passo indicado também melhora a qualidade e eficiência da mão de obra e, além disso, potencializa o visual das peças, deixando-as niveladas e alinhadas.

como assentar porcelanato 1

Dica 1 – Tipo de porcelanato

Cada ambiente combina com um tipo de porcelanato. A saber, há os porcelanatos técnicos, que apresentam alta resistência mecânica, e por isso são indicados para áreas que recebem muito movimento.

Os esmaltados, por sua vez, podem surgir com superfícies muito variadas. Sendo elas: lisas, ásperas, brilhantes ou mates.

Cada superfície possui uma resistência (PEI) e, dessa forma, antes de escolher entre alguma delas precisa ter certeza qual será a formatação desse espaço. O nível máximo de resistência é 5, e a escala vai decrescendo conforme a quantidade de tráfego diário.

como assentar porcelanato 2

Então, antes de descobrir como fazer o assentamento do porcelanato, é imprescindível ter em mente qual é o modelo que se adequa à obra. De nada adianta ter um material lindo e bem aplicado, se ele não será resistente pelo tempo que se espera ou não vai comportar o número de pessoas trafegando em cima dele.

Caso não tenha uma ajuda especializada de um engenheiro ou arquiteto, busque informações com o atendente da loja que irá comprar as peças. Além disso, as embalagens atualmente entregam explicações técnicas importantes.

Dica 2 – Paginação

A segunda estratégia é apostar na paginação. Ela normalmente é empregada para pisos, mas pode ser elaborada também para revestimento de paredes e demais superfícies.

Mas o que seria isso? Bom, paginação nada mais é do que o estudo que determina como vai ser o padrão ou o desenho do porcelanato no piso ou na parede. A partir dessa análise é possível ter mais clareza de como ficará o resultado. Ajuda muito na hora de fazer a aplicação, evitando erros e surpresas desagradáveis.

como assentar porcelanato 5

Atualmente a paginação tem sido projetada em programas de computador com maior frequência. Sendo digital, o processo se torna mais preciso e dinâmico. No entanto, nada impede que seja realizado manualmente, se não for possível fazer através do software.

Para que a paginação dê certo e ajude você no assentamento do porcelanato, leve em consideração as dimensões das peças escolhidas. Evite também os excessos de cortes nelas e consequentes perdas na hora da instalação.

como assentar porcelanato 3

Quanto à distribuição dos cortes que deverão ser feitos nas peças, você deve priorizar o uso delas em áreas onde não haverá tráfego, como embaixo de móveis e cantos, por exemplo. Pois ao serem cortadas ficam menos resistentes. Elas são ótimas para corrigir falhas ou fazer remendos.

Vale ressaltar que a paginação vai pedir uma atenção ainda maior quando o porcelanato contiver detalhes, como desenhos e texturas. Na maioria das vezes essas estampas se interligam e caso você não disponha as peças de maneira correta, elas não vão coincidir e o resultado vai ficar estranho.

como assentar porcelanato 4

Quer amenizar erros de estrutura, como paredes fora de esquadro? O assentamento feito na diagonal pode ajudar nessa opção.

Ah! Legal falar também que um planejamento como esse evita que você perca peças, algo que pode lhe causar um imenso prejuízo no final das contas. Segundo especialistas, é recomendado comprar uma margem de 10% a mais do produto, para que todas as unidades façam parte do mesmo lote e tenham a mesma tonalidade.

Dica 3 – Caimento

Para assentar porcelanato e outro tipo de material no piso com sucesso obrigatoriamente deve-se pensar no caimento, que é feito no contrapiso. Essa etapa é imprescindível para que haja o escoamento correto da água – para que ela ‘caia’ para o lado certo, diretamente para o ralo.

É muito comum encontrar projetos que tenham falhas de caimento, onde não se consegue levar a água para o lugar devido. Lembrando que o caimento nunca deve ser feito no enchimento com a argamassa colante. Antes mesmo do assentamento, você precisa planejar onde ficará o ralo.

como assentar porcelanato 6

Dica 4 – Argamassa

Você sabia que há vários tipos de argamassa e que cada um deles está relacionado a um modelo de aplicação?

Escolher a argamassa certa é essencial, pois ela vai refletir na aplicação perfeita do porcelanato. Lembrando que os revestimentos cerâmicos possuem variação de porosidades e aderências, fatores que podem interferir no assentamento.

Tipos de argamassa:

  • ACI: aplicação indicada para ser aplicada apenas em cerâmicas, na área interna
  • ACII: mais aderente, é indicada para aplicação interna ou externa
  • ACIII: muito resistente, é indicada para todos os formatos, para paredes e pisos internos, externos e fachadas
  • Ah! Também há uma argamassa específica para assentar o piso sobre outro piso que já está aplicado.

O ideal é que se tenha argamassa preparada, de acordo com especialistas, para usar em até duas horas de aplicação. Depois desse tempo o produto começa a perder suas propriedades por ficar exposto ao ar.

como assentar porcelanato 9

Claro que a quantidade de argamassa preparada vai variar conforme o tamanho das placas de porcelanato. Há peças de variadas dimensões e você deve considerar antes de fazer esse preparo. Vale colocar que, para porcelanatos com medidas menores que 30×30, a argamassa só precisa ser passada no contrapiso. Já para as maiores que isso, é preciso aplicá-la tanto no contrapiso quanto na peça.

Dica 5 – Materiais

Você vai precisar de:

  • Luva de borracha
  • Flanela
  • Espuma
  • Desempenadeira dentada de aço (com dentes de 8 x B mm)
  • Desempenadeira de borracha
  • Macete de PVC ou borracha
  • Compasso de madeira
  • Martelo picadeira
  • Torqués
  • Separador de placa cerâmica
  • Espaçadores ou distanciadores
  • Lápis de pedreiro
  • Canela hidrográfica
  • Esquadro metálico
  • Prumo
  • Colher de pedreiro
  • Riscador de placa cerâmica (com ponta de tungsténio)
  • Mangueira de nível
  • Vassoura de piaçava
  • Linha do náilon
  • Trena
  • Régua de alumínio
  • Caixa para argamassa
  • Medidor volume
  • Joalheira
  • Máscara para pó
  • Argamassa de assentamento AC til
  • Argamassa do rejuntamento à base do resina epóxi e caixote (de metal ou de PVC)

como assentar porcelanato 7

Dica 6 – Passo a Passo

Chegou a hora de conhecer como fazer o assentamento do porcelanato, de fato.

Coloque a argamassa em um caixote de metal ou PVC previamente umedecido.

Acrescente água limpa o potável conforme a recomendação do fabricante.

Misture a argamassa com a colher de pedreiro até ela ficar homogênea e consistente. Se for possível, use misturador mecânico.

Aguarde 15 minutos até a argamassa atingir o ponto de maturação. Enquanto isso, com uma esponja úmida limpe a placa (o lado oposto ao esmaltado).

Verifique o nível do contrapiso, Com o metro e o lápis de pedreiro, marque um ponto a uma distância de 1 m acima do contrapiso.

Com auxilio da mangueira de nível, marque o segundo ponto.

Varra bem o piso antes de aplicar a argamassa. Se ele estiver muito ressecado, umedeça ligeiramente.

Espalhe o argamassa num trecho pequeno do contrapiso com o lado liso da desempenadeira (a quantidade de argamassa espalhada depende do rendimento de cada profissional).

Passe a desempenadeira com o lado dentado na superfície, em um ângulo de inclinação de 60° em relação ao contra-piso.

Assentar Porcelanato Piso Pedreiro Pedreirao

Fonte: Pedreirão

Com a colher de pedreiro, aplique a argamassa na parte não esmaltada da placa.

Depois, passe a desempenadeira metálica dentada cm toda a extensão da placa.

Assente a primeira placa conforme modulação. A peça deve ser aplicada no local de maior visibilidade do ambiente, para evitar cortes nesse local.

Bata os cantos da placa com o martelo de borracha. Depois, bata no meio, até amassar os cordões da argamassa.

Coloque, sem assentar, uma placa de referência na outra extremidade da parede.

Fixe um prego de aço no vértice da primeira placa.

Fixe outro prego no vértice da placa do outro extremo da parede. Amarre uma linha bem esticada entre os pregos.

Fixe uma linha perpendicular, verificando o esquadro entre elas. A distância entre a linha e o vértice da placa deve ser de um risco (1 mm).

Continue a aplicar argamassa no contrapiso, ao lado da primeiro placa, corno nos passos anteriores.

como assentar porcelanato 14 inove sua obra

Fonte: Inove sua obra

Siga as linhas esticadas para assentar as placas intermediárias.

Coloque espaçadores entre as placas seguindo as orientações da engenharia ou do fabricante da cerâmica.

Coloque os espaçadores entre os vértices. Aguarde 72 horas para a aplicação do rejunte.

Depois disso, o piso está pronto para receber o rejunte.

Prepare a argamassa de rejuntamento no caixote, acrescentando água na quantidade recomendada pelo fabricante.

Coloque a argamassa sobre as juntas com a colher de pedreiro.

Com a desempenadeira de borracha aplique o rejunte.

Continue a aplicar o rejunte no restante das peças.

Aguarde 15 minutos (secagem do rejunte) antes de iniciar a limpeza da superfície, com esponja úmida. Em seguida, passe uma esponja seca para tirar o pó.

Fonte do passo a passo: Equipe de Obra Pini / web

Dica 7 – Recomendações

Na hora de dispor as peças no piso, o ideal é iniciar pela extremidade rente à parede. Essa parte será a sua guia para todo o processo.

Os espaçadores plásticos são indispensáveis. Não tente fazer o assentamento sem usá-los, pois eles que vão garantir o espaçamento correto entre as peças.

como assentar porcelanato 11

Usar o lado dentado da desempenadeira garante sulcos que facilitam o nivelamento e a fixação do porcelanato no contrapiso. O martelo usado posteriormente, conforme mostramos no passo a passo, vai ajudar a expulsar o ar retido entre os sulcos.

Vale lembrar que a execução do rejuntamento deve ser realizada, pelo menos, três dias após o assentamento.

como assentar porcelanato 12

Se você não quer retirar o piso atual e aplicar o porcelanato por cima pode ter um bom resultado. No entanto, há materiais que pedem um preparo anterior.

É o caso da ardósia, que geralmente contém verniz, algo que impede a aderência da argamassa. Se tiver dúvidas sobre essa aplicação em cima de superfícies diferentes, melhor consultar um especialista para análise prévia e orientação.

como assentar porcelanato 8


E então, aprendeu como assentar porcelanato? Ainda tem dúvidas sobre o procedimento? Alguma sugestão sobre o assunto? Deixe um comentário para a gente!

Aproveite para ler também:

Porcelanato retificado – 69 inspirações, cuidados e suas vantagens!

Rejunte para porcelanato – Como escolher? + dicas essenciais!

Rodapé de Porcelanato – O que é, Vantagens, Preços & Como Instalar!

Volte mais vezes para conferir outros conteúdos sobre construção e decoração. Até uma próxima!


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *