Como fazer um PROJETO ELÉTRICO •【GUIA COMPLETO】

Você sabe o que é e para que serve o projeto elétrico? Essa é uma dúvida bastante comum de quem está na fase de construção, e se você está passando por esse processo, é hora de descobrir as vantagens e o passo a passo de como é feito esse tipo de projeto.

Então, se você está em fase de construção ou pensando em construir, não deixe de ler o post e ver tudo o que você precisa saber para ter tudo em ordem com a parte elétrica da sua residência.

projeto elétrico

O que é um projeto elétrico?

Em outro post já detalhamos o que é o projeto luminotécnico, ou seja o projeto luminoso; e agora é a vez de entender o que é um projeto elétrico.

O projeto elétrico é a representação gráfica e escrita de uma instalação elétrica e de todos os detalhes que fazem parte dessa instalação.

Assim, o responsável pelo projeto elétrico faz esse projeto a partir da planta feita pelo engenheiro ou arquiteto .

Nesse tipo de projeto, o cliente e o arquiteto/ engenheiro são ouvidos, de modo a definir um projeto que atenda às necessidades do ambiente e também do cliente.

Além disso, o projeto também define diferentes pontos elétricos, como luz, divisão dos circuitos, carga total, bitola dos fios , trajeto para os condutores , entre outros detalhes importantes e que compõem a parte elétrica da casa.

Desse modo o projeto deve ser baseado nas normas da NBR 5410, e seguir as recomendações específicas para garantir a segurança elétrica e o pleno funcionamento da rede elétrica da residência.

 

Principais vantagens de fazer um projeto

Esse tipo de projeto que tem como intuito desenvolver a parte elétrica da casa traz inúmeras vantagens, que reunimos logo abaixo.

  • Economia de energia: O desenvolvimento de um projeto para a parte elétrica tem um forte impacto na economia de energia, uma vez que o projeto é personalizado de acordo com a necessidade do ambiente e também traz os dispositivos adequados para a passagem de energia, como é o caso da bitola dos fios, que em caso de bitolas inadequadas pode haver a perda de energia e assim gerar uma conta mais alta no final do mês.
  • Projeto personalizado: O fato de desenvolver o projeto de acordo com cada residência faz com que o projeto seja personalizado, e assim atenda às necessidades do cliente, ou seja, dos moradores da residência; além de ter um projeto específico e com orientação profissional e qualificada para melhor aproveitamento.
VEJA  Muro com GRADE: +30 modelos e fachadas magníficas!【[ano]】

vantagens de fazer projeto elétrico

  • Segurança: Esse tipo de projeto é desenvolvido de acordo com as normas vigentes, como a NBR 5410, e assim tem como foco a segurança dos moradores, evitando que a rede elétrica possa sofrer com sobrecarga por conta de equipamentos elétricos que não foram calculados para serem ligados na rede.
  • Economia no projeto: O planejamento prévio é importantíssimo e pode gerar economia no projeto, e esse é um dos pontos positivos de fazer um projeto elétrico, uma vez que esse tipo de projeto não envolve apenas a distribuição correta dos circuitos e parte elétrica, mas também faz o cálculo de materiais necessários para a parte elétrica, de modo a evitar o desperdício durante a obra.
  • Facilidade de manutenção: A vantagem de ter uma planta que inclua a parte elétrica é o fato de que fica mais fácil de fazer manutenções necessárias ao longo do tempo, uma vez em que é possível consultar toda a parte elétrica da casa através de uma planta específica para isso.

Como fazer um projeto elétrico – Passo a passo

O desenvolvimento de um projeto para a parte elétrica da residência envolve várias etapas, e para entender melhor cada processo, separamos o passo a passo de como é desenvolvido esse tipo de projeto e informações sobre cada uma dessas etapas.

Cálculo da área de cada cômodo

A primeira etapa para dar início ao projeto é de fazer o cálculo da área de cada cômodo da residência.

Desse modo, é possível este estipular a área total de cada ambiente e assim ter uma prévia de tomadas de uso geral e iluminação adequada para a área de cada cômodo.

cálculo de área dos cômodos para projeto elétrico

O cálculo de área dos cômodos pode ser feito a partir da planta desenvolvida pelo arquiteto/ engenheiro

Dimensionamento do circuito

Nessa etapa é realizado o dimensionamento que visa definir o projeto de carga e potência que devem ser instalados em um circuito elétrico, evitando o prejuízo na instalação.

VEJA  Banheiro de apartamento – 42 inspirações de ambientes lindos!

Assim a ABNT divide o dimensionamento em 3 partes – iluminação, tomadas de uso geral e tomadas de uso específico

  • Iluminação: a NBr 5410 define que cada cômodo da residência tenha ao menos um ponto de luz fixa no teto com potência mínima de 100VA (70W), e que seja comandado por um interruptor de parede. Essa orientação é para cômodos de até 6 m², e assim a cada 4 m² a mais, é preciso considerar a soma de 60 VA.
circuito de iluminação de projeto elétrico

O circuito mostra a iluminação através de um ponto fixo no teto

  • Tomadas de uso geral (TUG): Essa definição enquadra as tomadas que podem ser utilizadas para alimentar diferentes aparelhos de acordo com a necessidade dos moradores, ou seja, é para uso geral. Segundo as normas vigentes, o cálculo do número mínimo de tomadas para cada cômodo deve levar em conta o perímetro do ambiente e assim a composição deve ter TUGs de 100 VA cada 5 m. No entanto, essa é uma definição básica, e a ABNT 5410 define outras específicações em relação as TUGs para diferentes ambientes, como banheiros, cozinhas e outros cômodos.
tomadas de uso geral do circuito

O circuito mostra a instalação de tomadas de uso geral

  • Tomadas de uso específico (TUE): Esse tipo de tomada representa uma fonte de energia para aparelhos específicos, como ar-condicionado ou chuveiro, uma vez que esses tipos de aparelhos são mais potentes e precisam de tomadas específicas para o uso seguro. Sendo assim, as TUEs devem ser definidas previamente em conversa com o responsável da obra (engenheiro / arquiteto) e com o cliente, que deve especificar quais aparelhos de alta potência pretende ter em cada ambiente.
tomadas de uso específico do projeto

O circuito mostra a instalação de tomadas de uso específico

 

 

diferença entre tug e tue

O esquema mostra as diferenças entre tomadas de uso geral (TUG) e de uso específico (TUE)

Cálculo da potência total

Nessa etapa o responsável pelo projeto da parte elétrica faz o cálculo levando em consideração a soma da iluminação, das tomadas de uso geral e das tomadas de uso específico de cada ambiente.

VEJA  Os 25 Lavabos Rústicos Mais Fascinantes & Dicas Incríveis para Decorar!

Assim, é possível definir determinar a potência total para cada ambiente e definir a tensão de alimentação e o padrão de entrada.cálculo de potência

Divisão dos circuitos

Na etapa de divisão do circuito, o profissional divide o circuito em partes necessárias, de modo a facilitar a manutenção da instalação e permitir seccionar apenas o circuito que apresenta problemas, evitando interferência entre diferentes pontos e a queda total da tensão.

Desse modo, é realizada a distribuição e divisão do circuito no quadro de distribuição de energia para a residência.

divisão dos circuitos para projeto elétrico

O cálculo divide o circuito para o quadro de energia

Dispositivos de proteção

Nessa etapa, o profissional do projeto elétrico faz o cálculo necessário e determina quais são os dispositivos de proteção necessários para a instalação junto ao circuito elétrico, evitando o choque e protegendo toda parte elétrica de possíveis curtos circuito.

Entre os dispositivos de segurança mais comuns, pode-se citar disjuntores termomagnéticos, disjuntores DR, entre outros.

dispositivos de proteção de projeto elétrico

Representação do projeto elétrico na planta baixa

Depois de definir todos os processos anteriores, o projeto é feito a partir da representação na planta baixa, criando uma planta específica para a parte elétrica da casa.

Assim, há diferentes simbologias que devem ser seguidas para ter a execução adequada do projeto.

Além de determinar um projeto seguro, a vantagem de fazer essa etapa é de ter uma planta específica para a parte elétrica e que pode ser consultada em caso de necessidade e manutenções.

planta baixa com projeto elétrico

As plantas podem vir acompanhadas de legenda

plantas com projeto elétrico

Lista de materiais e orçamento

Para finalizar o projeto da parte elétrica da residência o profissional faz a lista de materiais necessários para desenvolver toda a parte elétrica, além de ter um cálculo preciso de orçamento, o que ajuda a fazer as compras adequadas evitando o desperdício de material e dinheiro.

lista de materiais para projeto elétrico orçamento para projeto elétrico

 

Agora que você já sabe da importância desse tipo de projeto, lembre-se de contratar um profissional qualificado para execução deste projeto, garantindo segurança e todas as vantagens que um projeto eficiente pode trazer.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *