Plantas carnívoras – Dá para ter em casa? + 5 espécies e cuidados!

É possível cultivar plantas carnívoras em casa? Muitas pessoas têm essa dúvida, sobretudo aquelas que adoram ter espécies diferentes em seu jardim ou qualquer ambiente.

De fato, não vemos essas plantas com muita frequência. Além disso, há quem acredite que não são indicadas para ambientes com crianças ou animais domésticos. Mas será que isso faz sentido?

Para esclarecer tudo sobre plantas carnívoras, preparamos este tutorial completo. Conheça as características, as principais espécies e saiba se é possível (e como deve ser) o cultivo em casa.

Tudo sobre plantas carnívoras

Tudo sobre plantas carnívoras – um tutorial completo e surpreendente

Plantas carnívoras existem mesmo?

Sim, essa é a principal questão quando se trata dessas espécies que fazem parte de lendas e várias histórias. As plantas carnívoras existem, porém, só se alimentam de animais de pequeno porte.

O termo carnívora, aliás, é considerado errado por muitos especialistas. Segundo diversos botânicos, o correto é tratar essas plantas como insetívoras, suas principais presas.

De modo geral, essas plantas são delicadas. As mais convencionais medem cerca de 15 centímetros, embora há espécies que possam alcançar até dois metros de altura.

Tudo sobre plantas carnívoras

De fato, o aspecto dessas plantas é impressionante

Já o processo de captura de insetos e pequenos animais acontece de acordo com a espécie. Geralmente, é por atração, já que elas costumam ser bonitas e soltar um líquido viscoso. Assim, quando o inseto pousa sob a planta, não consegue se soltar e morre.

Logo, ele serve como um complemento alimentar para a planta. Além disso, ela precisa realizar o processo de fotossíntese para sobreviver. Vale destacar que grande parte das plantas carnívoras que vivem no ambiente crescem em solos pobres, por isso os insetos são uma opção nutritiva para manterem sua estrutura saudável.

Nomes de espécies de plantas carnívoras

Plantas carnívoras brasileiras

De acordo com especialistas, existem cerca de 500 espécies de plantas carnívoras. O Brasil é o segundo país do mundo com maior quantidade de espécies, ficando atrás apenas da Austrália. Elas se dividem em basicamente quatro famílias.

Nepenthes: comum em florestas tropicais, caracteriza-se pelo formato de jarro na qual se acumula néctar. Esse líquido é capaz de atrair insetos que acabam se afogando e servindo de alimento para seu desenvolvimento.

Os jarros da planta carregam uma substância que atrai pequenos animais

Os jarros da planta carregam uma substância que atrai pequenos animais

Sarracenias: seu hábitat natural é o pântano, por isso é encontrada em várias regiões das Américas. Possui formato de cone com pelos que chama atenção dos insetos. Eles penetram nessa área e não conseguem sair, tornando-se uma fonte de alimento complementar à planta.

A cor rosada é uma das maiores características da planta

A cor rosada é uma das maiores características da planta

Droseras:  possui folhas em forma de roseta, que possuem pelos e uma substância pegajosa. O inseto se sente atraído por esse líquido e fica preso à planta, que começa a digeri-lo por meio de enzimas. Possui muitas variações e um aspecto bonito.

Essa planta possui um aspecto diferente e peculiar

Essa planta possui um aspecto diferente e peculiar

Lentibularias: essa família é composta por vários gêneros, das quais se destaca a utricularia, uma planta carnívora aquática que tem uma espécie de válvula para captura pequenos animais. É bem pequena, logo, se alimenta de seres minúsculos presentes na água.

Essa planta se desenvolve na água e tem um lindo aspecto

Essa planta se desenvolve na água e tem um lindo aspecto

Plantas carnívoras gigantes

Embora seja raro, existem algumas espécies de plantas carnívoras gigantes que passam de meio metro de altura. Recentemente, a maior delas foi descoberta em uma região remota das Filipinas.

Com formato de um grande jarro, a Nepenthes Attenboroughii é capaz até de capturar pequenos ratos. O que acontece é que os roedores e outros animais usam a planta como esconderijo ou ficam atraídos pelo líquido em seu interior. Entretanto, não conseguem deixar o local. Acabam morrendo e são digeridos.

A bolsa gigante que essa planta carrega atrai insetos e até pequenos roedores

A bolsa gigante que essa planta carrega atrai insetos e até pequenos roedores

Entretanto, o título de maior planta carnívora do mundo pertence a Amorphophallus titanum, conhecida popularmente como flor cadáver. É natural da Indonésia e chama atenção por um cheio peculiar para atrair insetos. Todavia, o processo de florescimento é raro, embora ela possa viver cerca de 40 anos.

O aspecto e o tamanho dessa planta são encantadores

O aspecto e o tamanho dessa planta são encantadores

Essa planta é cultivada em muitos jardins e terrários

Essa planta é cultivada em muitos jardins e terrários

Nesse sentido, outra planta carnívora “estranha” é a Rafflesia arnoldii, chamada de flor monstro, que atinge até 1 metro de diâmetro. Assim como a flor cadáver, também exala um aroma “diferenciado”. A diferença, porém, é que ela é considerada parasita, pois suga nutrientes de árvores, além de dispensar fotossíntese.

A flor é enorme e se destaca em meio à natureza

A flor é enorme e se destaca em meio à natureza

Como cultivar plantas carnívoras em casa?

Sim, é possível cultivar plantas carnívoras em casa. Ao contrário do que muitos pensam, elas não oferecem nenhum risco as pessoas e aos animais domésticos. Do mesmo modo, ajudam a deixar a casa livre de insetos indesejados, como mosquitos, pernilongos, etc.

Algumas plantas possuem sistema de captura ativo, na qual ocorre algum tipo de movimento para capturar a presa. Por outro lado, existem as passivas, aquelas que apenas atraem insetos, sem nenhum esforço. Para completar, há espécies semiativas que realizam movimentos para se alimentar, assim como qualquer outra planta.

Tipo de solo

Para ter uma dessas em casa, você deve se atentar a uma rotina de cuidados. Primeiramente, quanto ao substrato. De acordo com especialistas, o solo deve ter pH baixo, já que essas plantas se desenvolvem em solos pobres em nutrientes.

Sendo assim, você pode preparar o solo com pó de xaxim, musgo umedecido e areia de rio, componentes disponíveis em lojas de produtos para jardim. Além disso, uma dica essencial é evitar adubá-las. Elas já estão acostumadas com poucos nutrientes, por isso o abudo pode matá-las.

Tudo sobre plantas carnívoras

Segundo especialistas, você pode cultivar plantas carnívoras em casa tranquilamente

Luz

Quanto a luz, as plantas carnívoras gostam de ambientes iluminados. Mantenha o vaso em locais onde bata bastante sol, preferencialmente pela manhã. Do contrário, cultive em um terrário com iluminação artificial. Assim, elas se mantém saudáveis.

Regas

As regas são convencionais e devem ser feitas sempre que necessário. Todavia, essas plantas não suportam água com excesso de sais e minerais. Do mesmo modo, não devem ser regadas com água da torneira. A solução mais viável é recolher água da chuva ou usar água destilada para mantê-las em pleno desenvolvimento.

Tudo sobre plantas carnívoras

As regas devem ser de acordo com as necessidades da planta

Tipo de vaso

Já o vaso pode ser de plástico, com tamanho de acordo com o porte da planta. As versões de barro não são indicadas, já que costumam deixar o substrato seco com mais frequência. Por fim, o replantio deve ser realizado quando o substrato entrar em processo de decomposição. Nesse caso, é preciso ter cuidado com o transporte da planta, já que possui raízes frágeis.

Tudo sobre plantas carnívoras

De fato, as plantas com formato de jarro chamam atenção, como essa da foto, por exemplo

Manutenção

Vale destacar que as plantas carnívoras não precisam ser alimentadas com insetos e animais mortos. Como dissemos, elas só capturam esses seres devido à ocasião, aproveitando que eles pousaram sobre elas e ficaram presos. Logo, eles são uma fonte a mais de nutrição para as plantas. De modo geral, elas se alimentam do mesmo modo que as outras espécies.

Além disso, casos de plantas que “comem” roedores e pássaros são extremamente raros e foram documentados pouquíssimas vezes. Isso acontece com plantas gigantes e pelo fato dos animais ficarem presos em sua estrutura, seja tentando se esconder, comer insetos, etc.

Tudo sobre plantas carnívoras

Caso o inseto entre no jarro, ele fica preso em meio a um líquido viscoso

Melhores espécies 

Dioneia: conhecida como Dionaea muscipula. Possui forma de roseta e estrutura baixa. Essencialmente verde e com um toque de vermelho em seu interior, capaz de sufocar as presas. Fácil de cultivar, gosta de sol e subtrato úmido.

planta carnívora

A planta se desenvolve de modo discreto e não atinge um grande tamanho

O substrato é essencial para o desenvolvimento da planta

planta carnívora

Um vasinho pequeno que pode ser deixado até em mesas

planta carnívora

Você encontra essa planta em várias lojas especializadas

planta carnívora

A parte interna é rosa e dá charme à planta carnívora

A planta fica linda em pequenos vasinhos de plástico

Sarracenia Purpurea: Planta pequena que cresce em forma de cone, solta um néctar cheiroso que chama atenção de moscas, formigas e outros animais. Perfeita para cultivar em pequenos vasos de plástico, sem ocupar muito espaço em seu jardim.

Sarracenia Purpurea

A planta possui um lindo aspecto e um formato surpreendente

Sarracenia Purpurea

Uma pequena muda para cultivar em vasos compactos

Sarracenia Purpurea

Pequena espécie para cultivar em vasinhos

Sarracenia Purpurea

Algumas espécies se adaptam a água

Sarracenia Purpurea

Belas folhas púrpura em formato inusitado

Pinguicula Aphrodite: Tem um aspecto simples, porém suas folhas verdes soltam um líquido viscoso no qual os insetos ficam presos. A partir daí, ela começa o processo de digestão por meio de enzimas. Algumas variedades passam dos 20 centímetros de diâmetro.

Pinguicula Aphrodite

O aspecto rosado dessa espécie encanta muitas pessoas

Pinguicula Aphrodite

Essas plantas florescem com frequência

Pinguicula Aphrodite

Algumas espécies são pequenas e fáceis de serem cultivadas

Pinguicula Aphrodite

As folhas se distribuem no pequeno vaso

Pinguicula Aphrodite

O formato da planta chama atenção

Pinguicula Aphrodite

A flor é bonita e se destaca no ambiente

Pinguicula Aphrodite

Planta pequena ideal para cultivar em casa

Nepenthes: São duas variedades comuns para cultivo em casa: Viking e Truncata. Ambas possui formato de jarro que pode ultrapassar 40 centímetros. Visualmente bonita, considerada rara e natural da Ásia.

Pinguicula Aphrodite

Um vaso simples com uma planta com jarro grande avermelhado

Pinguicula Aphrodite

Belo jarro com detalhes rosados

Pinguicula Aphrodite

Os jarros ficam pendurados

Pinguicula Aphrodite

Os insetos ficam presos no jarro em meio a um líquido

Pinguicula Aphrodite

Essas plantas possuem porte médio e podem ser cultivadas em vasos maiores

Pinguicula Aphrodite

Pequenos jarros são as características principais dessa planta

Drosera: possui folhagem com espécies de tentáculos que soltam uma substância pegajosa, na qual os insetos que pousam na planta não conseguem se livrar. Entre as variedades mais comuns estão: Adelae, Filiformis e Binata.

drosera

O inseto fica preso na planta e isso acontece com todas as espécies da mesma forma

drosera

De fato, essa planta fica com total destaque em seu jardim

drosera

Drosera selvagem, sem dúvidas uma bela opção para sua casa

drosera

Por outro lado, você pode encontrá-las na natureza também

drosera

O porte é pequeno e o aspecto deslumbrante, embora possam ficar com vários insetos pendurados

drosera

Algumas espécies possuem um belo aspecto, assim sendo, são ótimas para cultivar em vasos

drosera

Você pode cultivar essa planta em vasos pequenos, entretanto, elas só se adaptam a solos não adubados

Onde comprar?

Você pode pesquisar em lojas de jardinagem físicas ou online. O site Plantas Carnívoras possui uma boa variedade de espécies com um preço acessível. Elas já vêm em vasos com o substrato correto. Além disso, dê uma olhada em outras lojas:

  • Carnívora Shopping;
  • Plantas Carnívoras Brasil;
  • Jardim Exótico;
  • Carnívoras Online.
Tudo sobre plantas carnívoras

O inseto fica preso na planta e acaba morrendo até ser digerido por enzimas


E então, gostou de saber tudo sobre plantas carnívoras? Conte pra gente e deixe suas dúvidas. Boa sorte e até mais.


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *