26 tipos de madeira e onde usar – Como escolher a madeira ideal?

Há diferentes tipos de madeira e cada uma possui uma características que se enquadram a diferentes fins, assim dá para usar da versatilidade da madeira em diferentes projetos, que podem ir desde a parte estrutural até a parte decorativa.

E se diante das inúmeras variedades de madeira você fica em dúvida sobre qual escolher, vamos ao post para conhecer as características de cada tipo de madeira, além de ver suas indicações de uso, de modo a escolher o melhor tipo de acordo com a sua função.

dicas

Tipos de Madeira

Angelim

angelim

A tábua mostra as características naturais da madeira

A madeira angelim tem como característica tom de castanho-avermelhado com manchas mais escuras, que destacam as características naturais da madeira.

O angelim é um tipo de madeira fácil de ser trabalhado e seu aspecto fibroso e de textura grossa são perfeitos para garantir durabilidade e resistência.

 

Aroeira

aroeira

A madeira aroeira é uma espécie bastante conhecida e tem como característica sua coloração levemente rosada, característica natural que adiciona personalidade às peças em que usam esse tipo de madeira.

A aroeira é conhecida por ter superfície lustrosa e lisa, o que garante acabamento perfeito no uso desse tipo de madeira.

 

Carvalho

carvalho

O carvalho é uma madeira de coloração mais intensa

Entre os tipos de madeira, o carvalho é uma das mais conhecidas e amplamente utilizada em diferentes projetos, que vão desde pisos até móveis, já que a tonalidade de vermelho escuro possui muita personalidade e charme.

Por ser um tipo de madeira dura e bastante resistente, é comum a escolha do carvalho como uma opção de madeira para áreas externas.

 

Cedrinho

cedrinho

O cedrinho é uma madeira de coloração castanha com tom levemente avermelhado e popularmente recebe outros nomes como bruteiro, cachimbo de jabuti, cedrilho, jaboti e jaboti-da-terra-firme.

Entre as características, o cedrinho é considerado uma madeira leve e fácil de trabalhar, e apesar de não ser tão resistente a cupins e outras pragas, como o tratamento adequado a madeira ganha resistência contra infestações.

 

Cedro 

cedro

O cedro costuma ter coloração de fundo avermelhado

O cedro é uma madeira bastante conhecida e sua variedade de tons é bastante ampla, indo desde o bege-rosado até a nuance de castanho-avermelhado.

O cedro tem como característica o visual lustroso com reflexo dourado, e é bastante usado por ser uma madeira durável com uso indicado para áreas internas e externas, além de ser resistente ao ataque de cupins e outras pragas.

 

Cerejeira

cerejeira

A cerejeira, amburana ou umburana, como também costuma ser chamada, é uma madeira nobre de tom castanho-amarelado.

Essa madeira é conhecida por ser pesada, de textura média e brilho moderado, características que rendem muitos usos a cerejeira, que vão da construção civil a mobiliário.

 

Cumaru

cumaru

A madeira cumaru tem nuanca de castanho-claro com fundo amarelado

A madeira cumaru é uma versão com coloração castanho-claro e de fundo levemente amarelado.

O cumaru é uma madeira com brilho médio, densidade alta e dura ao corte, características que conferem muita durabilidade e resistência a madeira, e assim permitem o uso tanto na área interna, quanto na área externa.

 

Eucalipto

madeira eucalipto

A madeira de eucalipto é uma opção bastante conhecida e usada em diferentes propostas e projetos, e tem como principais características seu tom levemente amarelado e a alta resistência.

O eucalipto tem alta densidade e dureza ao corte, garantindo muita resistência e durabilidade ao material, que pode ser usado em áreas internas e externas.

 

Freijó

madeira freijó

A madeira freijó é uma opção de coloração castanho-claro-amarelado com marcas mais escuras, e de superfície lisa e lustrosa.

O fato de estar entre os tipos de madeira fáceis de trabalhar e com excelente acabamento e durabilidade, faz com que o freijó seja uma escolha comum para móveis finos.

 

Garapeira

garapeira

A madeira tem coloração entre castanho e bege e fundo amarelado

A garapeira é uma madeira de coloração castanho-amarelado e tem como características acabamento lustroso e liso, o que garante facilidade em trabalhar com a madeira.

A garapeira é uma madeira de alta resistência a cupins-de-madeira-seca, e com resistência moderada a fungos, que pode ser melhorada com um tratamento químico adequado.

 

Goiabão

goiabão

A madeira de nome goiabão é uma madeira pesada e de coloração clara com fundo amarelado.

Apesar de ser uma madeira pesada, não tem muita resistência a pragas, e pode ser atacada por cupins e fungos se não receber o tratamento adequado e frequente.

 

Imbuia

imbuia

Entre os tipos de madeira mais conhecidas, a imbuia é uma dessas opções e traz uma boa variação em sua coloração variando de pardo-claro-amarelada a pardo-acastanhada, e com veios escuros marcando as características naturais da espécie.

A imbuia é uma opção bastante resistente a fungos e cupins, com bom acabamento, bastante pesada e dura ao corte, características que fazem da madeira o uso comum em móveis de luxo.

 

Ipê

ipê

A madeira ipê recebe esse nome da língua tupi que designa ipê como “casca dura”, uma característica que define esse tipo de madeira, que tem como uma de suas principais características a dureza.

O ipê é uma madeira de coloração pardo-acastanhado e que traz entre os detalhes reflexos e pontos esverdeados, que ficam lindos para destacar as características naturais da madeira.

 

Itaúba

itaúba

A itaúba pode variar entre tons pardos e castanhos

A itaúba é uma madeira que passa pela mudança de coloração, iniciando com tom de amarelo esverdeado ao ser cortada, e chegando a tonalidade parda depois de seca, podendo até chegar a um tom de castanho mais escuro.

Entre as principais características da itaúba, estão:

  • Madeira pesada e dura;
  • Fácil de trabalhar e aplainar;
  • Lisa;
  • Acabamento com pouco brilho;
  • Alta durabilidade e resistência.

 

Jacarandá

jacarandá

O jacarandá uma madeira de lei

Considerada uma madeira de lei, o jacarandá é uma opção rara e cara, mas que tem um visual incrível com seu tom que varia de marrom-escuro a marrom-rosado.

O jacarandá uma madeira de alta durabilidade e resistente ao ataque de cupins e fungos, além de apresentar acabamento impecável, o que torna a escolha bastante frequente em móveis de luxo.

 

Jatobá

jatobá

A madeira nobre tem coloração de fundo quente puxando para o vermelho

O jatobá é uma madeira nobre e bastante procurada no mercado por seu acabamento impecável e coloração que varia de vermelho-alaranjado a marrom-avermelhado, nuances que dão um tom mais quente a madeira.

O jatobá não impressiona apenas por sua beleza e acabamento, mas também por ser muito durável e resistente a cupins e fungos.

 

Louro

louro

O louro é uma madeira de tom castanho e com marcas naturais da madeira, que ficam visíveis em seu acabamento.

Esse tipo de madeira possui resistência média ao ataque de fungos e cupins, e costuma ser usada em mobiliários e partes secundárias de estruturas.

 

Maçaranduba

maçaranduba

A maçaranduba é uma madeira avermelhada e de coloração intensa

parajú

De coloração vermelha e bastante impactante visualmente, a maçaranduba ou parajú é uma madeira de brilho médio e bastante pesada.

A madeira tem alta durabilidade e recebe bem acabamento, o que torna uma escolha bastante frequente para projetos que buscam madeiras avermelhadas e com tonalidades quentes.

 

Mogno

mogno

O mogno é uma madeira fácil de trabalhar

Entre os tipos mais conhecidos de madeira, o mogno é uma das propostas bastante usadas e traz o clássico visual da coloração marrom-avermelhado com brilho, características únicas dessa madeira.

Com uso muito frequente em mobiliário, o mogno tem alta durabilidade é uma escolha perfeita para realçar as características naturais da madeira e acrescentar um tom quente ao ambiente.

 

Nogueira

nogueira

A nogueira é uma variedade de madeira que apresenta tons que vão do castanho-esbranquiçado a nuances que trazem fundo amarelado. Entre as características naturais, a nogueira apresenta bornes mais escuros e que destacam-se diante do fundo mais claro.

A nogueira é considerada uma das madeiras mais duráveis e é bastante aplicada em mobiliários de alta qualidade, portas e janelas.

 

Peroba

peroba

A peroba apresenta coloração rosada

A peroba é uma madeira bastante conhecida e que apresenta coloração que varia em tons de rosa-amarelado.

A madeira é fácil de ser trabalhada e apresenta acabamento impecável, o que faz ser uma escolha perfeita para mobiliário e acabamentos.

A peroba é uma madeira dura e bastante resistente.

 

Pinho

pinho

O pinho é um tipo de madeira com tonalidade clara e veios mais escuros, mas que ainda assim apresenta característica minimalista.

Essa opção de madeira é bastante durável e resistente e pode ser aplicada em diversos usos, que vão de estruturais a mobiliários.

 

Pinus

pinus

A madeira pinus tem tom bem claro e minimalista

Entre as opções de madeira com excelente custo-benefício, o pinus é uma dessas opções, já que é fácil de trabalhar e aplicável a diferentes projetos.

O pinus tem como característica a coloração bem suave puxando para o tom de marfim com fundo amarelado e permite diferentes acabamentos com verniz e pintura.

 

Pitomba

pitomba

A pitomba é uma madeira de coloração castanha-avermelhada e que traz superfície lisa e sem brilho.

Essa madeira é conhecida por ser bastante pesada e por isso seu uso costuma ser frequente em projetos que demandam alta resistência.

 

Sucupira

sucupira

A sucupira é considerada uma madeira pesada e forte e com grande impacto visual por conta da sua coloração marrom-escura com tons que puxam para o dourado.

Por ser considerada uma madeira forte e resistente a ataques de pragas, costuma ser uma ótima escolha para estruturas.

 

Teca

teca

Teca é um tipo de madeira nobre com tonalidade de marrom-dourado, e que pode escurecer com o tempo.

A alta resistência e durabilidade da teca faz com que seja uma excelente escolha para projetos externos, já que a madeira é bastante resistente a exposição ao tempo.

 

Modelos de Madeira e Onde Usar

Madeira para telhado

Na escolha de madeira para telhado, é ideal priorizar por madeiras resistentes e que sejam capazes de suportar o peso do telhado.

Entre os tipos de madeiras mais indicadas para estruturas de telhados, estão:

  •  Aroeira;
  • Cumaru;
  • Garapeira;
  • Eucalipto;
  • Sucupira;
  • Parajú / Maçaranduba.
telhado de eucalipto

Na proposta rústica, a estrutura do telhado é de toras de eucalipto

telhado de madeira

A madeira usada na estrutura do telhado é a parajú

tipos de madeira para telhado

Madeira para móveis

Para o mobiliário há uma infinidade de tipos de madeira, que vão desde opções mais comuns até opções de madeiras nobres para móveis de luxo.

Entre os tipos mais frequentes e indicados para móveis estão:

  • Angelim,
  • Aroeira,
  • Carvalho,
  • Cedro,
  • Cerejeira,
  • Imbuia,
  • Louro,
  • Nogueira,
  • Mogno,
  • Freijó,
  • Jacarandá
mesa área externa

A mesa rústica é de madeira angelim

aparador de madeira

O aparador é de madeira freijó

madeira para móveis

Madeira para deck

Para a escolha da madeira para deck, é preciso escolher por madeira com alta resistência a desgaste.

Além disso, os decks em áreas descobertas precisam passar por tratamento de modo que as intempéries do tempo, como sol e chuva, não danificam a madeira.

Entre os tipos de madeira mais indicado para deck, as opções mais frequentes são Cumaru, Ipê e Maçaranduba.

deck de madeira

O deck externo e com coloração avermelhada é de madeira maçaranduba

deck de ipê

O ipê foi a escolha para o deck externo

Madeira para escada

Para as escadas, a escolha da madeira deve trazer bastante resistência e durabilidade, já que é uma área de maior circulação, por isso, é indispensável dar o tratamento adequado a madeira usada nesses projetos.

Entre as melhores indicações de madeira para escada vale apostar em opções como:

  • Ipê,
  • Cumaru,
  • Peroba.
escada de madeira

Os degraus são de Ipê

escada de peroba

A escada de peroba tem coloração clara e rosada

Madeira para portas

Na escolha do tipo de madeira para portas, é preciso considerar se é para porta interna ou externa, já que portas externas precisam de madeira mais resistente, já que costumam ficar mais expostas ao tempo.

Sendo assim, as madeiras usadas com mais frequência em portas são:

  • Cedro,
  • Louro,
  • Nogueira,
  • Freijó.
porta entrada de madeira

A porta externa é de madeira cedro

porta duas folhas de madeira

Para a porta de duas folhas a madeira escolhida foi a Freijó

Madeira para pergolado

É bastante comum os pergolados de madeira, e em geral esse tipo de estrutura fica em áreas externas e descobertas, por isso, é ideal escolher por madeiras resistentes e com tratamento para ficarem expostas ao tempo.

Entre as madeiras mais indicadas para estruturas de pergolado estão:

  • Eucalipto,
  • Ipê,
  • Cumaru,
  • Pitomba,
  • Jatobá,
  • Pinus.
pergolado rústico

O pergolado de toras de eucalipto tem estilo rústico

pergolado de madeira

O pergolado é de madeira cumaru

Madeira para prateleiras

As prateleiras de madeira costumam ser opções bastante frequentes, e nesse caso não é necessário usar madeiras nobres e caras, já que há outras opções que apresentam ótimo custo-benefício, como o Pinho e o Pinus.

prateleira de pinus

As prateleiras de pinus tem coloração levemente amarelada

prateleira de madeira

O projeto traz prateleira de pinho com mão francesa

Madeira para forro

O forro de madeira é um clássico e uma ótima escolha para trazer a sensação aconchegante da madeira para o interior de ambientes.

Para esse tipo de projeto, vale escolher desde madeiras mais nobres, até opções mais simples como pinus que podem ser envernizadas para realçar a cor.

Entre os tipos de madeira mais frequentes para forro estão:

  • Cerejeira,
  • Goiabão,
  • Ipê,
  • Cedrinho,
  • Angelim,
  • Imbuia,
  • Pinus,
  • Cumaru,
  • Freijó,
  • Louro.
forro lambril

O forro lambril é de cedrinho

tipos de forro de madeira

Madeira para portão

A escolha de tipos de madeira para portão pede por madeiras resistentes, já que esse tipo de estrutura fica exposto ao tempo.

Sendo assim, além de escolher por madeiras resistentes, é indicado fazer o tratamento necessário para que a madeira não apodreça com a exposição a chuva.

Entre as opções de madeiras ideias para portões, as principais são:

  • Ipê,
  • Peroba,
  • Itaúba,
  • Garapeira,
  • Teca.
portão para garagem

O portão da garagem é de madeira Garapeira

portão de madeira

O portão é de Ipê

Madeira para bancada de cozinha

A bancada de cozinha de madeira é uma tendência dos projetos de interiores, mas antes de aderir a essa tendência é preciso considerar tipos de madeira que sejam resistentes ao uso constante na cozinha, além de dar o tratamento adequado para que a bancada não absorva água ou outros líquidos que possam ser derramados ocasionalmente.

Como melhores indicações para bancada de madeira de cozinha, vale escolher por:

  • Eucalipto,
  • Teca,
  • Peroba,
  • Aroeira.
bancada de madeira

A bancada da cozinha é madeira teca

ideias para bancada de cozinha em madeira

 

 

Agora é seguir as dicas para escolher o modelo ideal de acordo com o uso e aproveitar a versatilidade desse material.


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *