Telha Ecológica – 8 Motivos Incontestáveis para Usá-la na sua Obra!


Opções sustentáveis e amigas da natureza são, mais do que nunca, uma necessidade em qualquer projeto construtivo. A telha ecológica é um ótimo exemplo de material que está cada vez mais popular em muitas obras. Além de correta, ainda garante muitas vantagens e benefícios para a construção de casas e empreendimentos.

Extremamente funcional e com ganhos na estética, a telha ecológica apresenta algumas variações, mas basicamente são produzidas com materiais recicláveis ou fibras naturais. Assim, evita danos maiores ao meio ambiente e ainda é super acessível para qualquer consumidor.

Se você tem curiosidade em conhecer melhor a telha ecológica, do que é feita e tudo mais, confira 8 vantagens e motivos essenciais para instalar em sua obra. Preparamos um guia completo para tirar todas as suas dúvidas, acompanhe e surpreenda-se!

Telha ecológica de tetra-pak

Telha ecológica de tetra-pak: confira os motivos para usar esse e outros modelos sustentáveis em sua obra!

Está cada vez mais em alta a tendência em usar a telha ecológica em vários projetos construtivos. Essa opção surpreende pela eficácia e é perfeita para substituir as convencionais telhas de amianto e demais tipos que não são amigos da natureza.

Assim, especialistas estão conhecendo melhor os benefícios da telha ecológica para implementar em diversas obras e garantir a sustentabilidade, afinal, o que mais precisamos agora são de alternativas com essa característica.

E você, já ouviu falar da telha ecológica? Quer saber tudo sobre essa opção? Continue acompanhando o post e não perca nenhum detalhe!

Sobre a Telha Ecológica

O que é?

Como o próprio nome revela, a telha ecológica é produzida a partir de materiais reaproveitados ou fibras naturais. Em ambos os casos, dispensa os insumos tradicionais e otimiza o uso daqueles que seriam descartados na natureza.

Para se ter ideia, alguns tipos são feitos de tubos de pasta de dente, garrafa pet, embalagens tetra-pak e papelão – quase sempre cozidos em betume, uma substância pastosa, inflamável e que pode ser obtida a partir da destilação do petróleo.

Em cada uma dessas opções há um processo diferente, mas ao final as telhas apresentam uma estrutura parecida, prontas para serem utilizadas em qualquer obra. No caso dos materiais reciclados, geralmente são cozidos e prensados conjuntamente – alumínio, plástico e papelão, por exemplo.

Telha ecológica de papelão

Telha ecológica de papelão

Já entre as fibras naturais mais convencionais estão madeiras de pinho e eucalipto ou outras alternativas, como a fibra de bananeira, coco e sisal. E não para por aí: recentemente o uso de garrafa pet e fibra de papel é bem comum na produção das telhas ecológicas também, aumentando a variedade de insumos e seu reaproveitamento.

Telha ecológica de garrafa pet

Telha ecológica de garrafa pet

Telha ecológica de tetra-pak

Telha ecológica de tetra-pak

Essas características garantem muitas vantagens no uso das telhas ecológicas, principalmente quanto comparadas a modelos comuns como as telhas de barro/cerâmica, PVC ou zinco.

Quer conhecer melhor todos os tipos de telhas? Confira o post exclusivo no link em destaque!

Quanto Custa? #preço

O preço da telha ecológica é bem variável e depende de vários fatores, como o material utilizado na produção, a empresa/fornecedor, entre outros detalhes. A Onduline, uma das principais fabricantes do Brasil, é especializada em telhas de fibras vegetais e possui modelos a partir de 12 reaisuma peça de aproximadamente 200 x 95 x 0,3 cm. 

O valor pode variar até cerca de 50 reais a peça, por isso é importante fazer uma cotação considerando todas as características da telha ecológica, onde será usada, sua resistência, cor, entre outros aspectos. Geralmente essas telhas são à prova de raios UV e possuem garantia de 15 anos.

Projeto comum para galpões e escolas

Projeto comum para galpões e escolas

Outra marca conhecida é a Ecopex, que produz telhas ecológicas a partir de tetra-pak, alumínio, garrafa pet, polietileno e polinylon. Você pode escolher entre a telha com manta térmica, laminada ou translúcida. A medida padrão é de 2,20 x 0,95 cm e o preço é variável conforme cotação do cliente – acesse o site oficial da Ecopex para realizar um orçamento.

Além de negociar diretamente com as fabricantes, você encontra telhas ecológicas de todas as versões em lojas de materiais para construção. Indicamos a Leroy Merlin, a C&C, a Pinezi, a Telhanorte, a Telhas Fortuna, entre outras.

O custo da telha ecológica é praticamente o mesmo de uma opção convencional. Algumas podem ser mais caras (cerca de 10% a mais), porém compensam com pouco tempo e gasto de material na mão de obra. Entre os tipos mais convencionais, estão o laminado, translúcido ou com manta térmica.

Modelo laminado

Modelo laminado

Modelo translúcido

Modelo translúcido

Modelo com manta térmica

Modelo com manta térmica

Quais suas Vantagens?

As telhas ecológicas apresentam uma série de vantagens que surpreendem os consumidores. Confira 8 motivos incontestáveis para usá-las na sua obra!

♦ Mais leves e resistentes que os modelos convencionais, garantindo eficiência e economia na obra;

♦ Baixa transmissão térmica e acústica – absorvem pouco calor e não propaga som;

♦ Fáceis de manusear e instalar, com alta flexibilidade que evita a quebra e o desperdício de material;

♦ Não propagam chamas, são impermeáveis – absorvendo menos água que as versões convencionais – e resistentes a chuvas de granizo;

♦ São atóxicas e imunes a fungos e mofos;

♦ Qualidade que garante um tempo de vida de cerca de 25 anos, desde que bem cuidadas;

♦ Versatilidade no design, no formato e nas cores;

♦ Resistentes a produtos químicos e totalmente sustentáveis.

Existem Desvantagens?

De modo geral, não há desvantagens ao instalar uma telha ecológica, só é preciso se atentar ao fabricante, aos cuidados na instalação e na manutenção para que não ocorram problemas – providências essenciais em qualquer obra para qualquer tipo de material.

Toda empresa deve possuir um manual completo para a instalação correta das telhas ecológicas e os responsáveis devem segui-lo à risca de acordo com as características de cada projeto/estrutura. Ao contrário do que muitos pensam, não é porque são feitas de papelão e fibras que possuem qualidade inferior em comparação a opções comuns – como a cerâmica, por exemplo.

Vale salientar que toda telha ecológica deve ser certificada e estar de acordo com as normas vigentes. No exterior, é uma tecnologia utilizada há anos, sobretudo em grandes projetos construtivos.

No mais, é bom contar com o apoio de um especialista para saber qual a melhor opção para sua obra, assim como para que a instalação seja realizada com total eficácia. Com esses cuidados, você aproveita tudo o que a telha ecológica tem a oferecer, sem qualquer adversidade.

Um bom acabamento faz toda a diferença na instalação

Um bom acabamento faz toda a diferença na instalação

Qual a Inclinação Recomendada?

Segundo a Onduline, a inclinação recomendada para a instalação das telhas ecológicas é de 27%, na média. Podem ocorrer variações de acordo com cada obra, desde que não seja inferior a 18%.

Já o espaçamento mínimo entre as ripas pode variar conforme o modelo da telha. Para a clássica, por exemplo, é recomendado 45 cm, já para o padrão Onduvilla a distância deve ficar entre 32 e 37 cm. Quanto à cumeeira, a instalação é flexível de acordo com cada obra.

Em todo caso, consulte um especialista para avaliar a obra e, de acordo com as características da telha ecológica utilizada, definir qual será a melhor inclinação.

Como é Feita a Instalação?

Antes de realizar a instalação da telha ecológica é preciso fazer o cálculo necessário de quantas telhas, cumeeiras e fixadores serão necessários para o projeto. De acordo com o manual de instalação da Onduline, você pode seguir um padrão básico:

Exemplo: área de 100m2 de cobertura

1- Número de telhas
Divida a área de cobertura pela área útil da telha: 1,53m2.
100 ÷ 1,53 = 66 telhas

2- Número de pregos
São 20 pregos por telha para estrutura de madeira e 20 parafusos por telha para
estrutura metálica.

Conclusão: para 100m2 de cobertura, você precisa de 66 telhas Onduline Clássica Tradicional,
1320 pregos e anilhas (estrutura de madeira) ou 1320 parafusos e anilhas (estrutura metálica).

Outra recomendação é utilizar todo o material de segurança essencial para realizar o trabalho, como o capacete, luvas, óculos e botas, além de isolar a área e evitar andar em cima da telha ou sobre as tábuas.

Materiais necessários:

  1. Serrote ou serra elétrica: a lâmina deve ter dentes pequenos, para o melhor acabamento.
  2. Querosene ou óleo diesel: para lubrificar a lâmina do equipamento de corte.
  3. Linha: para fazer o alinhamento do telhado e dos fixadores.
  4. Tábuas: para caminhar sobre o telhado.
  5. Martelo: para fixar os pregos.
  6. Parafusadeira: para a fixação dos parafusos, nos casos de estrutura metálica.
Instalação da telha ecológica

Instalação da telha ecológica

Passo a passo da instalação da telha ecológica:

Inclinação:  Para calcular a inclinação mínima de 18%, basta levantar 18 cm para cada metro. Não existe inclinação máxima. As telhas Onduline, por exemplo, podem ser montadas até na vertical.

Espaçamento: A distância entre os ripões deverá ser de 45cm (eixo) e de 1m (eixo) entre os caibros. Quanto às medidas dos caibros e ripões, tudo depende de cada projeto. A Onduline sugere 5 x 6 cm e 2,5 x 5 cm, respectivamente.

Montagem das telhas: oscila conforme a obra tanto na estrutura principal quanto no beiral. Deve-se considerar o a ordem dos ventos em sua região e o desencontro das telhas para evitar que as bordas levantem com o vento. Em caso de dúvidas, siga o manual do fabricante.

Sobreposição das telhas, acabamento e fixação: segue ordem do manual. A fixação deve ser feita com as anilhas, pregos ou parafusos após a sobreposição e o acabamento. Nesse caso, é recomendado considerar as especificações do fabricante e do especialista responsável pelo projeto.

Fotos e Modelos de Telha Ecológica

A versatilidade da telha ecológica garante sua instalação tanto em residências quanto em indústrias e comércios de todos os portes, assim como em fachadas, galpões, quiosques, entre outras opções.

Entre os modelos mais convencionais estão as telhas de fibras vegetais, telhas de tetra-pak, telhas de tubo de pasta de dente, telhas de papel, asfalto e garrafa pet. Consulte o fabricante para saber qual é o material utilizado e demais especificações.

Depois desse guia completo com informações esclarecedoras, confira algumas fotos de projetos com telha ecológica e inspire-se para usar em sua obra:

Telha ecológica em casa de veraneio

Telha ecológica em casa de veraneio

Telha de tetra-pak: impressionante, não é?

Telha de tetra-pak: impressionante, não é?

Em residências comuns de todos os padrões

Em residências comuns de todos os padrões

Vários detalhes nesse projeto sofisticado

A beleza é outro ponto forte da telha ecológica

Modelo convencional e acessível

Em grandes casas de chácaras e fazendas

Casa tradicional no padrão europeu

Lindo projeto altamente sustentável

Para casas na área urbana

Em casas grandes e sofisticadas

Em casas grandes e sofisticadas

O acabamento faz toda a diferença

Para residências em geral

As cores oscilam, mas o modelo vermelho é o mais convencional

A telha ecológica é usada em larga escala no exterior em muitas obras

Para reformas de edifícios históricos

Em muitas chácaras as telhas ecológicas se adaptam muito bem

Para casas à beira mar

Super convencional para projetos acessíveis

Padrão clássico europeu

Telhado inclinado ao centro

Projeto construtivo de uma grande casa


E aí, o que achou de nosso guia completo com tudo sobre a telha ecológica? Conte pra gente e deixe suas dúvidas. Esperamos que tenha gostado do post e esteja animado para investir nessa opção construtiva sustentável. Boa sorte, boa obra e até a próxima!


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *